Como usar o Google Trends para fazer um planejamento de palavras-chave?

Inbound Marketing - Daniel Dias - 05/10/2018

As estratégias de marketing digital e, especialmente, de marketing de conteúdo, são inteligentes e complexas, visando sempre os melhores resultados de vendas por meio da Internet.

A boa notícia é que existem algumas ferramentas online e gratuitas que ajudam o profissional de conteúdo a planejar a sua estratégia. Uma das mais utilizadas é o Google Trends.

Além de permitir que você fique por dentro dos assuntos mais comentados no momento e que conheça melhor o comportamento de busca do seu público, o Google Trends é excelente para te ajudar a definir as palavras-chave do seu negócio.

Quer saber como? Continue lendo este post para entender melhor.

O que é o Google Trends?

Basicamente, o Google Trends é uma ferramenta gratuita, criada em 2006, que permite que você conheça as tendências do momento no mundo todo, sobre os mais diversos assuntos — eleições, futebol, dúvidas comuns, entre outros.

O que isso significa? Com essa plataforma online você consegue ter acesso a estatísticas daquilo que as pessoas estão buscando no Google, em qualquer momento e em qualquer lugar. Você pode, por exemplo, saber o assunto que está sendo mais buscado hoje no Brasil, ou, ainda, ver o quanto os brasileiros pesquisaram sobre o mesmo tema nos últimos anos.

A ferramenta também permite que você compare resultados. Ao pesquisar sobre um termo ou palavra, o Google Trends mostra algumas buscas relacionadas, que usuários que pesquisaram pelo termo inicial também procuram saber sobre. A partir disso, é possível comparar as principais buscas e ver qual é a mais procurada pelos usuários.

Isso é uma grande ajuda para quem quer ter insights sobre o comportamento de busca do seu público, ou, inclusive, pesquisar palavras-chave para compor um planejamento de conteúdo.

Importância da palavra-chave

A palavra-chave (keyword), como o próprio nome sugere, é o termo principal a ser utilizado na produção de um material.

Pode ser apenas uma palavra ou, ainda, uma expressão composta de duas ou mais. O importante é ter em mente como o consumidor pesquisa por aquele assunto.

A escolha correta da palavra-chave, ou de uma boa expressão, potencializa as chances de um melhor ranqueamento no Google. Isso significa que, a depender da palavra-chave escolhida para o seu planejamento, o seu conteúdo pode estar mais à frente ou não nos resultados de busca.

O ideal é que o seu material possa aparecer nas primeiras páginas de busca e, preferencialmente, entre os três primeiros resultados.

Isso porque em torno de 75% dos usuários permanecem apenas nas primeira página de busca e, ainda, 60% deles clicam somente nos três sites que aparecem primeiro nas suas pesquisas.

Além disso, o seu conteúdo irá enfrentar certa concorrência nas buscas na Internet. Por mais que o seu material seja único e relevante, existem milhares de sites que abordam o mesmo assunto e produzem textos semelhantes. Por isso a definição da palavra-chave é tão importante, pois ela pode colocar o seu conteúdo na frente dos seus concorrentes.

E mais: as palavras-chave fazem parte de toda uma estratégia de SEO – Search Engine Optmization.

Uma dica é não abusar do uso da palavra-chave em todo o texto. O termo escolhido deve ser utilizado de forma estratégica e sem excessos, para não prejudicar a qualidade do texto e as estratégias de SEO.  

Sendo assim, sinônimos e buscas relacionadas são sempre bem-vindos. O recurso de comparações do Google Trends, por exemplo, é um ótimo aliado nisso e vai ajudá-lo a não cometer erros de excesso e repetição.

Quer saber mais? Você pode entender melhor sobre as palavras-chave aqui.

Planejamento de palavras-chave

O Google Trends é uma plataforma bem simples e intuitiva, o que facilita no planejamento de palavras-chave para o seu conteúdo. Ao acessar a ferramenta, inclusive, você tem acesso a alguns exemplos do próprio site que vão ajudá-lo a compreender melhor como funciona todo o recurso.

De qualquer forma, vamos te explicar direitinho para que não tenha dúvidas.

Como a plataforma é gratuita, não há necessidade de realizar cadastro algum. Basta entrar em www.google.com.br/trends e, de cara, você tem acesso aos assuntos que estão sendo mais comentados no Brasil. Caso deseje saber as tendências de busca em outro país ou região, basta alterar a localidade no canto superior direito.

Se quiser saber sobre algum termo de pesquisa específico, ou sobre uma palavra-chave que pensou para o seu texto, é só digitar a palavra no campo de pesquisa. A partir daí, o Google Trends irá gerar um gráfico com as estatísticas da busca e mostrar para você o volume de busca daquele tópico.

Depois de gerado o gráfico, é possível também segmentar a região, o tempo desejado, a categoria da palavra (ciência, finanças, jogos, viagens, etc) e também o formato do conteúdo no Google — pesquisa na web, imagem, notícias, shopping ou Youtube — de acordo com a sua estratégia. Assim, os dados gerados são mais precisos e interessantes.

E é assim, a partir do Google Trends, que você consegue facilitar o seu planejamento de conteúdo e, principalmente, de palavras-chave.

Quais são os principais benefícios do Google Trends?

Teste

Antes de criar um material, você pensa em algumas palavras-chave que o seu público pode utilizar durante as suas buscas e que impactam positivamente no seu negócio. Com o Google Trends, é possível testar e comparar o volume de busca desses termos, para decidir qual será utilizado como principal no material.

Por exemplo: a sua persona é millennial, consumidora árdua de séries de tevê, e você quer saber qual a série mais comentada do momento, para que consiga produzir um conteúdo efetivo e que impacte diretamente na sua persona.

A partir de uma pesquisa entre o seu público você viu que Game Of Thrones, La Casa de Papel e Dinastia foram as séries mais comentadas. Agora, basta ir no Google Trends, buscar por esses termos, validar se eles possuem alta procura e comparar o volume de resultados para definir sua próxima pauta.

Mas atenção: lembre-se que o uso de palavras-chave deve priorizar resultados efetivos para o seu negócio, visando conduzir o leitor por uma jornada de compra que o leve a se tornar um cliente. Sabendo disso, a não ser que haja uma estratégia bem definida que vise atração e relacionamento com o leitor, de nada adianta produzir conteúdos com alta procura, mas que não se relacionam com o seu produto ou serviço, ok?

Mais facilidade para criar um calendário

A partir dos gráficos gerados no Google Trends é possível perceber alguns padrões de pesquisa do usuário.

Pesquisas relacionadas à viagem, por exemplo, costumam ter maior volume e picos de busca no início, no meio e no final do ano, épocas de alta temporada por conta das férias escolares. Se esse for o seu nicho, você consegue organizar e planejar o conteúdo em um calendário, para distribuí-lo nessas épocas e ser mais efetivo no público e na conversão em leads e vendas.

Insights para conteúdos

Lembra do recurso de comparação de palavras-chave que o Google Trends oferece? Além de ajudar a decidir qual será o termo principal a ser utilizado na sua estratégia de conteúdo, ele também é útil para gerar novos insights.

Ao observar e estudar as buscas relacionadas que aparecem, ou até mesmo navegar sobre um assunto na plataforma, novas ideias e oportunidades podem surgir.

Isso ajuda a expandir o seu planejamento, resultando em uma estratégia bem mais completa, inteligente e efetiva, como um bom marketing de conteúdo deve ser.

Mas atenção: o trabalho de um conteudista não se resume à busca por palavras-chave. Por mais que sejam muito importantes, essa é apenas uma das principais tarefas para se construir uma boa estratégia de conteúdo.

Saiba mais sobre os outros aspectos essenciais em A importância de elaborar uma estratégia de marketing de conteúdo.

 

Comentários