Hora do Código: um estímulo a mais para iniciar na programação

Criação e Desenvolvimento - Raphael Caitano

Google, Twitter, Microsoft, Apple, Facebook são só algumas das grandes corporações que colaboram com um movimento global que tem objetivo de incentivar o uso da programação para melhorar o raciocínio lógico de jovens e crianças: a Hora do Código. A ideia gira em torno da premissa que é programar não é um bicho de sete cabeças.

No brasil, a Hora do Código está sendo realizada por meio do Programaê, que mobiliza empresas de tecnologia e informática a incentivarem o público durante os workshops com as seguintes hashtags: #horadocodigo e #programae. Na edição de 2014, até o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se arriscou e deu os primeiros passos na programação. Obama escreveu sua primeira linha de código, em JavaScript.

Quer participar?

Basta acessar o site da Programaê ou do Code.org e iniciar as leituras dos tutoriais que são divididos em 3 níveis. O site também disponibiliza vídeos e oferece uma ‘trilha’ para os professores e Organizações Não Governamentais (ONGs) que participam como incentivadores. O material é totalmente gratuito e não é necessário ter experiência prévia com programação.

A programação acontece na semana da Educação em Ciência da Computação, que neste ano iniciou dia 7 e vai até dia 13 de dezembro. Os organizadores da ação no Brasil são a Fundação Telefônica Vivo e Fundação Lemann.

O vídeo de divulgação deste ano é um super convite para participar da Hora do Código. Assista aqui:

 

Comentários