Gestão de redes sociais: onde o ‘faça você mesmo’ prejudica o seu negócio

Redes Sociais - Raphael Caitano

Você já bateu cabeça para descobrir como conseguir mais seguidores ou mais curtidas para as redes sociais da sua empresa? É bem comum ver empreendedores num dilema constante no uso desses canais. Fazer a gestão de redes sociais não é tão simples como parece. Criar uma conta e começar a usá-la, sim, é muito fácil.

A maioria das redes sociais parece ser bem simples de manusear, principalmente quando se explora somente o básico que elas oferecem, mas só parece. Se você está nesse caminho, e embora dê conta de atualizar as suas redes sociais por conta própria, acredite: muitas coisas (boas) podem estar sendo desperdiçadas e você vai entender o porquê quando terminar de ler esse post.

 

Vamos aos prós e contras. A parte boa de ‘cuidar’ das redes sociais é que o trabalho é só seu, você faz quando dá e não gasta com isso. A parte ruim está associada às perdas que a empresa tem por estar de fora desse mundo estratégico das redes sociais. Perdem-se novos seguidores, novos clientes e também dinheiro. Simplesmente porque não se faz uso das ferramentas corretas e do jeito certinho.

É claro que é possível estudar e aprender mais sobre as técnicas de gestão de redes sociais (além da experiência, que soma muito!), mas algumas práticas das agências de Marketing Digital, que envolvem um trabalho muito mais analítico do que só postar, trazem retornos visíveis. E no final das contas – literalmente – o resultado aparece. Veja por quê:

As publicações são pensadas nos clientes

Vai dizer que você, com todos os compromissos que a rotina empresarial impõe, foi lá no perfil dos seus seguidores saber os hobbys, as preferências e o que costumam fazer no final de semana para elaborar suas publicações? Não, né? Então aí está uma grande diferença. Por trás de posts criados em agências de Marketing Digital há, normalmente, toda uma análise e um desenvolvimento pensado na necessidade dos seus clientes. É como um trabalho feito em laboratório. Minucioso.

As agências que fazem gestão de redes sociais pesquisam detalhes de consumo dos seus seguidores (e de concorrentes também) que ajudam na hora de produzir conteúdo. E o conteúdo é diferenciado para cada rede.

Leia também: 

Redes Sociais: tendências para se atentar desde agora!

Há estratégias de impulsionamento e alcance

Algumas redes sociais, como o Facebook, têm ferramentas para impulsionar as postagens. Com isso, mais pessoas veem o que foi publicado e as chances de chegar até o seu cliente são maiores. Com essas técnicas, as postagens podem ser direcionadas para o público que você quer atingir, definidas por gênero, idade, estado civil, etc. Se você já investiu nisso (sim, porque há um custo) e fez do jeito correto, já percebeu que o retorno é rápido.

As agências vão mais além de simplesmente impulsionar, pois conseguem saber como você lucrou com isso. Agora, a pergunta que fica é: você tem tempo e conhecimento suficiente para implementar essas estratégias? Se não, é hora de confiar no trabalho dos profissionais de Marketing Digital.

Baixe aqui o nosso Ebook que ensina a usar o serviço de publicidade do Facebook, o ‘Facebook Ads para empresas’, e aprenda as práticas de anúncio, impulsionamento e muito mais.

“O conteúdo é majestade nas agências”

Se você costuma só postar fotos dos produtos nas redes sociais com uma legenda descritiva pode ter certeza que uma hora isso vai cansar seus seguidores e prejudicar o crescimento da sua marca nas redes sociais. Hoje, as agências focam em transmitir sensações e mexer com emoções. Não basta associar uma frase bonita a um rostinho que combine. Uma vez ou outra isso pode cair bem, mas o conteúdo precisa ser útil e captar a emoção de quem o recebe. Se o resultado for positivo, aí é uma maravilha: mais curtidas, mais comentários, mais engajamento e mais clientes.

Mais uma vez as agências fazem a diferença porque pesquisam o que o seu público quer ver nas redes sociais da sua empresa e qual formato deve ter o conteúdo.

As agências trabalham com monitoramento e relatórios

Alguma vez você mensurou o resultado das suas campanhas? Saiba que essa é uma das partes mais importantes na gestão de redes sociais. Tanto o monitoramento, como a análise de resultados funcionam como um termômetro. Por eles, os profissionais avaliam, por exemplo, o que está sendo mais bem aceito e qual o horário em que as postagens têm um alcance melhor. E, dependendo do objetivo da campanha, muita coisa pode mudar.

Os profissionais de marketing digital trabalham com a entrega de relatório não só para dar um retorno em números aos clientes, mas também para avaliar qual o direcionamento precisam ter nas postagens futuras. Como gerenciam várias contas, as agências contratam gerenciadores como Scup, Hootsuite e Social Engage. Além de serem uma plataforma de postagem, essas ferramentas ajudam a criar os posts levando em consideração as palavras-chaves que mais se encaixam com o objetivo da campanha.

E para finalizar, uma dica importante…

Com esses esclarecimentos, você já deve ter entendido que profissionais especialistas em mídias sociais tem um trabalho muito mais profundo que simplesmente fazer postagens aleatoriamente. Muito mais importante que decidir contratar uma agência de Marketing Digital para fazer a gestão de redes sociais da sua empresa, é escolher a empresa certa. Depois de olhar o portfólio e analisar as redes sociais de clientes, agende uma conversa com os responsáveis para sentir segurança e se muna de informações que podem ajudam no crescimento da sua marca nas redes sociais.

Está precisando contratar uma agência de Marketing Digital que faça gestão de redes sociais em Brasília – DF? Entre em contato com a nossa equipe e agende uma avaliação da sua empresa nas redes sociais gratuita.

Confira tudo o que precisa saber sobre Redes Sociais em um só lugar! Acesse aqui a nossa categoria e aprofunde-se no assunto!

Leia também: Como usar as Redes Sociais no Marketing Digital? Dicas para cada canal e 6 Grandes Especialistas em Redes Sociais para seguir agora!

gestão de redes sociais, Gestão de redes sociais: onde o ‘faça você mesmo’ prejudica o seu negócio

Comentários