Google Analytics: O que é? Para que serve? Como usar?

Inbound Marketing - Camila Serrat - 10/08/2018

O Google Analytics é a principal plataforma de análise da web. É gratuita e fornece dados valiosíssimos para qualquer tipo e porte de negócio. Vamos aprender mais sobre a plataforma?

Como funciona o Google Analytics

A plataforma coleta informações pessoais e comportamentais dos usuários da internet e produz relatórios em cima disso, de modo a avaliar o desempenho de sites cadastrados e possibilitar um trabalho mais estratégico com ações de marketing.

Para captar os dados, o Google Analytics usa um código JavaScript, que deve ser instalado em todas as páginas do seu site. Assim, quando um usuário navega por cada uma delas, o código coleta cookies que mapeará todo envolvimento do usuário com o site, tempo de permanência em cada página e links clicados. Ainda, a plataforma identificará de que forma aquele usuário acessou o seu site (por redes sociais, e-mail, google, link externo,…). Se tiver sido pela busca do próprio Google, por exemplo, você saberá qual palavra-chave foi utilizada na busca.

Dentre suas principais métricas avaliadas, estão:

  • Sessões: tempo de permanência do usuário em seu site e quantidade de vezes que ele retorna.
  • Usuários: quantidade de pessoas únicas que visitaram o seu site dentro de um período de tempo.
  • Taxa de rejeição: porcentagem de sessões em que não houve qualquer interação com a página. Ou seja, o usuário apenas entrou e saiu rapidamente.
  • Páginas por sessão: número médio de páginas visitadas.
  • Duração média da sessão: tempo médio que o usuário permanece ativo no site.

Na prática, quais são as vantagens de se utilizar o Google Analytic

Além de poder conhecer melhor o seu consumidor e qual a jornada de compra que ele percorre em seu site, com a devida análise você poderá aprimorar constantemente os conteúdos do seu site para proporcionar uma melhor experiência aos usuários.

Se você tem um Blog, por exemplo, saberá quais são os posts mais acessados e quais conteúdos são buscados ou lidos em sequência. Com essas informações, poderá criar links internos com os posts mais acessados para conduzir os leitores aos melhores conteúdos!

Poderá, também, perceber as páginas que geram mais conversões e analisar o diferencial delas e como melhor explorá-las.

Poderá saber quais são os dispositivos mais utilizados pelos visitantes do seu site. Se for por mobile, por exemplo, é essencial que todas as páginas estejam adequadas para o formato.

Ah e vale ressaltar: é gratuito e integrado com demais produtos do Google, como Adwords e Search Console.

Como usar?

Para fazer uso da plataforma, é muito importante configurar quais são as metas que devem ser mensuradas e o que será definido como “conversão” em seu site. Isso varia de acordo com cada negócio.

Pode-se considerar como conversão, por exemplo:

  • Realizar uma compra
  • Solicitar um orçamento
  • Inscrever-se em um evento
  • Fazer o download de um material
  • Assistir a um vídeo
  • Assinar a newsletter
  • Permanecer X minutos na página
  • Compartilhar nas redes sociais

E para monitorar tais conversões, existem quatro tipos de metas:

  • Destino: definir uma URL específica que integre o seu funil de conversão.
  • Duração: definir um tempo mínimo que o usuário deve passar em determinada página.
  • Páginas por sessão: definir uma quantidade mínima de páginas que devem ser acessadas.
  • Evento: definir uma ação específica que o usuário deve cumprir: preencher um formulário, assistir um vídeo, clicar em determinada botão etc.

Essas são algumas informações importantes sobre o Google Analytics. Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que iremos respondê-lo 🙂

Comentários