Planejamento de Redes Sociais: 5 dicas que fazem a diferença para construir um

Redes Sociais - Raphael Caitano

Quando você pensou em criar o seu negócio ou começar a se posicionar como especialista em determinado assunto, você provavelmente deve ter organizado todo um planejamento, com cronograma, ações e prazos, para te guiar na jornada. E quero te dizer que com as Redes Sociais não é diferente.

A sua jornada em cada rede social deve ser bem estruturada, pensada, organizada e executada. E para isso, um Planejamento de Redes Sociais é crucial. Afinal, falar por falar, qualquer um fala. Mas, se você está pronto para entender o porquê da fala e como ela te ajuda, acompanha aqui nesse conteúdo comigo.

 

Leia também:

Como usar cada Rede Social no Marketing Digital?

Por que devo fazer um Planejamento de Redes Sociais?

Se você já conferiu os nossos conteúdos sobre Redes Sociais, deve ter percebido que tem muito mais coisa envolvida do que parece.

Fazer uma Gestão de Redes Sociais requer vários fatores e um dos principais é o planejamento. Isso porque não basta só postar o conteúdo, ele precisa ser muito claro quanto ao seu objetivo e como ele se conecta com a sua audiência.

E é por meio de uma consistência na frequência de postagens e de conteúdos bem estruturados, que você vai construir um relacionamento com o público e conquistar resultados em engajamento e alcance.

 

Leia também:

Como funcionam os Algoritmos de cada uma das Redes Sociais?

Como construir o Planejamento?

Aqui vai mais uma da série “verdades difíceis de se engolir”: não existe uma regra para um bom Plano de Gestão de Redes Sociais, aquele que vai te dar os melhores resultados possíveis, por mais que diversos conteúdos pela Internet estejam querendo te vender que sim, existe uma fórmula de bolo para isso.

O que existe é uma estrutura que você pode seguir, tanto para entender a sua estratégia como para construir o seu calendário editorial. E, para isso, existem três frentes essenciais, que são:

  • A estratégia;
  • O conteúdo; e
  • A análise.

Qual a diferença entre o Planejamento Estratégico e de Conteúdo?

Pode parecer estranho englobar estratégia, conteúdo e análise em um planejamento, afinal, ele é construído para planejar antecipadamente. Mas quero deixar essa questão bem clara para você entender que o seu Planejamento de Gestão de Redes Sociais não é fixo. Ele pode e deve ser aprimorado constantemente.

E uma das formas de esclarecer isso é pontuando bem as diferenças entre um Planejamento Estratégico para as Redes Sociais e um Planejamento de Conteúdo para as Redes Sociais. Vem que eu te explico!

O Planejamento Estratégico vai te guiar com a melhor estratégia para as suas Redes Sociais e é nesse momento que você elenca o seu caminho nelas, com alguns pontos, como:

  • O(s) seu(s) objetivo(s) com a Gestão de Redes Sociais;
  • As métricas e indicadores de desempenho (KPIs) que serão essenciais; e
  • A linha editorial, o tom de voz e a identidade visual das suas Redes Sociais.

 

Leia também:

Monitoramento de Redes Sociais: 4 principais métricas

 

Já o Planejamento de Conteúdo é um desdobramento da sua estratégia e visa organizar um calendário para a sua Gestão de Redes Sociais, com conteúdos a serem abordados de acordo com cada editoria e dia.

5 dicas para você construir um Planejamento de Redes Sociais

Alguns passos são primordiais para o seu Planejamento ser muito mais assertivo e coerente, tornando mais simples a análise dos posts e de como a estratégia está se comportando. Então confira só essas 5 dicas!

1) Defina os seus objetivos e as suas metas

Um erro fatal que você não quer cometer é: estar nas Redes Sociais só para estar. De fato, é importante se posicionar nas Redes Sociais, mas se não há clareza quanto aos seus objetivos e metas, é preciso dar um passo para trás.

Defina muito bem qual a sua pretensão, ou seja, o seu objetivo. Você quer gerar autoridade para o seu negócio? Ou você pretende captar leads por meio das Redes Sociais? Cada objetivo vai ter uma estratégia de conteúdo diferente, por isso, entenda bem a sua proposta para não gerar confusão no público e baixo engajamento.

2) Saiba quais KPIs você vai analisar

Ok, objetivos e metas definidos e você já está um passo mais perto de organizar o seu Planejamento. Mas, de que forma você vai medir as suas metas?

É simples e eu te explico: selecione as métricas a serem acompanhadas e quais indicadores de desempenho (KPIs) você vai analisar. Eu recomendo selecionar, pelo menos, dois KPIs importantes, que são:

 

  1. Taxa de alcance, que te mostra qual a porcentagem de pessoas que foram alcançadas nas suas publicações em relação ao seu número de seguidores; e
  2. Taxa de engajamento por alcance, em que é possível entender qual a porcentagem de pessoas que engajaram com os seus posts, com base no alcance de cada um.

 

Essas taxas vão te ajudar a entender a quem, de fato, as suas postagens estão chegando e como essas pessoas alcançadas estão interagindo com elas. Mas, lembre-se: tudo isso vai depender dos seus objetivos!

Se você quer captar leads pelas Redes Sociais, é primordial usar taxas como a taxa de cliques em link como KPI.

3) Organize uma linha editorial

A linha editorial é o que vai te ajudar a construir o seu calendário de conteúdo com cada tipo de tema de acordo com cada dia da semana. 

A segunda-feira é um dia que tem um clima diferente da sexta-feira, por exemplo, e o seu calendário deve entender essas nuances, como é o comportamento do seu público e como casar todas essas informações para oferecer o melhor tipo de conteúdo possível.

4) Use ferramentas que irão otimizar o seu trabalho

Eu não tenho palavras para te dizer o quanto as ferramentas certas vão te ajudar a estruturar a sua estratégia, o seu conteúdo e, inclusive, a sua análise. Aqui, na Eixo, nós somos fãs das Planilhas do Google e é simples entender o porquê.

Com elas, nós construímos uma aba com diversas informações do Planejamento Estratégico, enquanto, em outra aba, incluímos o Calendário de Gestão de Redes Sociais, em que organizamos as editorias de cada dia da semana, bem como as chamadas dos conteúdos. Ainda dá para inserir comentários e incluir links de referências e muito mais.

 

Leia também:

Ferramentas para Gestão de Redes Sociais: conheça as essenciais

5) Analise os resultados das suas postagens

Já te disse, mas não custa reforçar: o seu Planejamento de Redes Sociais não é fixo; ele pode (e, inclusive, deve) passar por alterações.

Isso porque a análise dos resultados das suas postagens vai te ajudar a entender se a estratégia está realmente funcionando ou se algo precisa ser reajustado.

Recomendo que você teste a sua estratégia, inicialmente, por três meses e, após uma análise trimestral, você readapta o que é preciso. Observe frequências, questione-se o que aconteceu nos posts que não deram tanto retorno e converse com a sua equipe para gerar insights.

Depois de trilhar por essas dicas que te dei, ficou bem mais simples, né? Mas se você ainda está com dificuldades de organizar um planejamento para as suas redes sociais que realmente faça a diferença com a sua audiência, converse com um de nossos especialistas.

 

Imagem ilustrativa de e-book
E-book: gere LEADS com o Facebook Ads

 

Veja também:

COMO CRIAR UM PERFIL CAMPEÃO NO INSTAGRAM?

O LINKEDIN É UMA BOA FERRAMENTA PARA VENDAS?

COMO CRIAR CONTEÚDO DE QUALIDADE NAS REDES SOCIAIS?

 

Comentários