Remarketing: o que é e como fazer no Facebook e Google Ads

Gestão de Mídias Pagas - Raphael Caitano

O remarketing é um técnica desenvolvida dentro do Inbound Marketing e do Marketing Digital que permite otimizar as conversões e vendas de uma empresa.

Existem algumas estratégias de marketing digital que você provavelmente conhece na prática, mas não sabe o que são na teoria. É algo completamente natural, uma vez que a criatividade e a tecnologia andam lado a lado e permitem que novas ferramentas e técnicas surjam frequentemente.

Esse pode ser o caso do remarketing. Quer entender mais sobre esse assunto? Prossiga com a leitura!

O que é remarketing?

Para entender o que é o remarketing, vamos pensar em uma situação do cotidiano. Ao entrar em um site e escolher um produto, você percebeu que não tinha saldo no cartão ou simplesmente deixou a compra para depois.

Ao sair do site e entrar em uma rede social, por exemplo, você se depara com o anúncio daquele mesmo produto. Como isso acontece? Parece mágica, mas não é!

Acontece devido a uma estratégia que é expandida diariamente e que garante que o consumidor volte ao site e finalize a compra, engajando aquele cliente que já esteve em contato com o produto da empresa.

Essa técnica é chamada, de forma genérica, de retargeting, que vem do inglês ‘target’ que significa alvo. O que quer dizer que a ideia é impactar mais de uma vez aquele mesmo usuário, fazendo com que ele receba anúncios sobre algum produto que ele já visualizou.

O Google tem uma ferramenta específica de retargeting, que é conhecida por remarketing.

Leia também:
Roi e CAC: Como calcular métricas do marketing digital? Aprenda! 
Tráfego orgânico: o que é e como aumentar em 5 passos

E para que serve o Remarketing?

O objetivo principal do remarketing é aumentar as conversões de um cliente e, consequentemente, as vendas. Parte de um pressuposto simples de que quase nenhum consumidor realiza a compra após a primeira busca, seja por indecisão ou por motivos variados.

Sendo assim, o próprio Google coletou dados e notou que apenas 3% dos visitantes convertem no primeiro contato com o produto. Se o investimento for mais complexo, esse número é ainda menor.

Analisando esses dados é fácil perceber as vantagens dessa estratégia. O remarketing permite que o produto apareça para o consumidor mais de uma vez em um determinado período, auxiliando na decisão de compra.

Como aumentar os resultados com o uso do remarketing?

Depois de entender a estratégia, é bem simples compreender como ela aumenta os resultados. Ela facilita a tomada de decisão de um consumidor, aumentando assim os lucros da empresa.

Mas vale ressaltar que da mesma forma que outras estratégias de marketing digital e inbound marketing, é uma técnica eficaz, mas só funciona quando é bem elaborada e planejada. Caso contrário, o remarketing acaba perdendo o valor, o que diminui a taxa de cliques e torna o conteúdo irrelevante.

Portanto, para ser uma estratégia efetiva, é fundamental que o plano de remarketing seja desenvolvido a fim de atingir os consumidores de diferentes estágios do processo de compra.

Como funciona?

O remarketing funciona com o uso de cookies, que são uma espécie de sinalizador. Eles são armazenados no computador da pessoa que visita o site e, assim, quando o visitante acessar outras páginas, o Google identifica esse cookie e exibe os anúncios determinados na criação da campanha.

O período também é informado na campanha, mas geralmente, duram cerca de 30 dias. Após o prazo os cookies são removidos e o visitante não entra mais nos anúncios.

Se esse conteúdo chamou sua atenção e você deseja saber mais sobre o remarketing e outras estratégias usadas no marketing digital, converse com um de nossos especialistas!

 

Remarketing com Google Ads

O remarketing no Google Ads consiste em imagens, gifs, vídeos, anúncios responsivos e anúncios de texto que são colocados na Rede de Display do Google e também em sua Rede de Pesquisa.

O remarketing do Google Ads é portanto uma forma de publicidade online que permite que os sites exibam anúncios direcionados aos usuários que já visitaram o seu site. Os visitantes anteriores verão esses anúncios enquanto navegam na web, assistem a vídeos do YouTube ou leem sites de notícias, por exemplo, mantendo sua marca na memória e estimulando os visitantes a voltarem para ver mais.

Conforme já explicamos anteriormente, o remarketing, também conhecido como retargeting, pode aumentar drasticamente suas taxas de conversão e ROI. Isso ocorre porque os visitantes do seu site que já estão familiarizados com sua marca têm muito mais probabilidade de se tornarem clientes ou realizarem outras ações valiosas em seu site.

O retargeting de anúncios do Google é uma técnica poderosa de marketing on-line porque permite que você fique conectado com seu público-alvo, mesmo depois que ele já tenha saído do seu site.

Ao apresentar seus anúncios de display de remarketing aos visitantes, mesmo enquanto eles navegam em outras partes da web, você está ganhando exposição da marca e se tornando mais reconhecível para seu público-alvo, aumentando a confiança e aumentando a probabilidade de eles comprarem de você.

Os anúncios de remarketing têm taxas de cliques e taxas de conversão muito mais altas do que os anúncios comuns:

Remarketing no Facebook e Instagram

O remarketing do Facebook e no Instagram funcionam de maneira semelhante ao remarketing do Google Ads, mas em vez de exibir seus anúncios em websites da Rede de Display, seus anúncios são exibidos nas duas redes sociais.

O Facebook também se refere mais comumente ao remarketing como “Públicos-alvo personalizados”. O conceito é o mesmo: alguém visita seu site ou interage com sua marca, é marcado com um código que você implementa para rastreá-lo e, então, enquanto está navegando pelo feed do Facebook, seu anúncio aparece para lembrá-los de comprar seu produto ou serviço.

REMARKETING: O QUE É E COMO FAZER NO FACEBOOK E GOOGLE ADS

Como fazer remarketing no facebook e Instagram: 5 etapas simples

Quando estiver pronto para configurar sua campanha de retargeting do Facebook, basta seguir estas cinco etapas simples. Observe que essas instruções presumem que você já possui uma conta no Facebook para anúncios comerciais.

1. Faça login em seu Gerenciador de Anúncios do Facebook e selecione Públicos-alvo

Você encontrará Públicos-alvo no menu suspenso ao clicar em Gerenciador de negócios no canto superior esquerdo da tela.

2. Clique em Criar público e selecione Públicos personalizados

Novamente, você encontrará Criar público no canto superior esquerdo da tela. Para fazer o remarketing, vamos selecionar Público-alvo personalizado, o que nos permitirá configurar uma campanha que alcance pessoas que visitaram um site.

3. Selecione o tráfego do site

Você tem algumas opções aqui, mas para o remarketing vamos nos concentrar no tráfego do site para alcançar as pessoas que acessaram seu site.

4. Selecione o seu público-alvo no menu

Você será levado a uma tela que permite criar seu público. Você tem a opção de direcionar o seguinte:

  • Qualquer pessoa que visitou seu site
  • Pessoas que visitaram páginas específicas
  • Somente as pessoas que visitaram páginas da web específicas, mas não outras
  • Pessoas que não visitam há um certo tempo
  • Combinação personalizada
  • Página da web específica de remarketing do Facebook

5. Crie seu pixel e coloque-o em seu site

Se você ainda não tem um pixel (rastreamento) em seu site, você precisará dele para começar o remarketing.

O pixel é o código que você precisa colocar em seu site para rastrear os visitantes. Por que é chamado de código de pixel? O código colocará um pequeno pixel em seu site que é transparente e não pode ser visto. Ele permite que os visitantes do seu site sejam rastreados. Ao saber que eles viram o pixel, você sabe que eles estiveram em uma página específica do seu site ou realizaram uma ação específica.

O que acha de conferir tudo que precisa saber sobre Mídias Pagas em um só lugar? Acesse aqui a nossa categoria e aprofunde-se no assunto!

Leia também:

Marketing Digital para Iniciantes: por onde e como começar?
Marketing de Performance: o que é e como aplicá-lo?
Marketing de conteúdo: o que é, exemplos e como fazer
Como criar um perfil profissional de sucesso no Instagram?

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]