Como o SEO pode colocar sua empresa na primeira página do Google

Estratégia - Raphael Caitano - 28/10/2016

Até o início deste século, quem estivesse à procura de um serviço ou uma empresa teria que folhear uma lista telefônica pesada, com centenas de páginas e que era atualizada só uma vez por ano (se você tem menos de 16 anos provavelmente nunca viu uma dessas). Mas a modernidade nos trouxe os sites de busca e nossa vida mudou para sempre – hoje esses sites de busca são os mais acessados na internet. E é lá, com certeza, que seu cliente está te procurando. Mas, para se destacar diante de todos os seus concorrentes, é preciso colocar sua empresa na primeira página do Google – o mais usado no Brasil e no mundo. É para isso que você precisa do SEO.

O que é SEO?

SEO significa Search Engine Optimization em inglês, “otimização para motores de busca” em português. É o método que dá condições mais favoráveis para que o internauta encontre o que procura. Ou seja, usando ferramentas e técnicas de SEO, você possibilita que seu conteúdo chegue a seu possível cliente com mais agilidade e precisão, logo, na primeira página do Google.

Por que SEO é importante?

Hoje, qualquer pessoa com um smartphone simples (que já é mais usado no Brasil que os desktops) e acesso à internet  encontra o que quiser em alguns segundos. Se precisa abastecer o carro, vai buscar o posto de gasolina mais perto. Se precisa emagrecer, vai procurar um nutricionista. Uma pesquisa da consultoria TNS Research International apontou que 92% dos brasileiros pesquisam sobre produtos ou serviços em sites ou comparam preços nas lojas virtuais antes de comprar. Mas elas têm pressa. Provavelmente vão escolher entre os primeiros resultados que aparecerem no Google. E, para sua empresa estar na primeira página de pesquisa, a aplicação das técnicas de SEO é fundamental.

Como o SEO funciona?

Para entender um pouco mais como esse mecanismo pode te ajudar, saiba que:

  • Um dos princípios básicos do SEO é que o site da sua empresa precisa ser fácil de navegar, com informações claras e objetivas. Não adianta nada seu cliente te achar, mas fugir do portal da empresa porque não encontrou em poucos cliques os dados de que precisava.
  • É preciso ter um conteúdo relevante e com linguagem apropriada. Se sua empresa é destinada a clientes mais jovens, usar palavras rebuscadas, acadêmicas ou muito formais só vai afastá-los. O que não significa que erros e textos superficiais são admissíveis. Considere sempre que seu público é exigente e vai atrás de quem lhe transmite confiança e seriedade.
  • Identificar as palavras-chave relacionadas ao seu negócio e utilizá-las nos conteúdos do site, blog ou nas redes sociais é indispensável. Pense como um possível cliente. Que palavras você colocaria no Google para encontrar um serviço ou produto que você oferece? São essas que precisam estar em evidência na sua comunicação digital e serem utilizadas diversas vezes, inclusive no título, para garantir que a empresa esteja na primeira página.
  • Conhecer bem o seu público vai facilitar muito o alcance de seu conteúdo. Quem é seu potencial cliente? Quantos anos tem? Onde mora? Quais são seus hábitos? Em que horário utiliza mais a internet? Depois de criar o perfil, coloque-se no lugar dele e pense no que iria atraí-lo, que tipo de informações ele procuraria, que dúvidas ele teria, como gostaria de ser atendido. O risco de afastar quem poderia gostar do seu serviço ou produto certamente será bem menor.

É claro que só seguir essas dicas não vai garantir que você aumente seu faturamento imediatamente. Mas, com certeza, ao aplicá-las, seu negócio será bem mais visto por quem está navegando na rede em busca do que você oferece, o que aumenta significativamente as chances de esses internautas converterem-se em clientes fiéis. Até porque, como diz o ditado popular, “quem não é visto não é lembrado”.

Comentários