Como criar um e-book?

Produzir um E-book é uma das estratégias mais eficazes dentro do Inbound Marketing. Se produzido do jeito certo, ele poderá gerar muitos leads para as suas campanhas, além de educar a sua audiência de que o produto ou serviço que a sua empresa oferece é a melhor solução para o problema que está procurando resolver.

Acompanhe o artigo e saiba agora como escrever o seu E-book!

Escolha um tema relevante para a sua persona

O primeiro passo para criar o seu e-book é escolher um tema. Embora essa etapa seja óbvia, e que provavelmente você já tenha um tema em mente, você já se perguntou se o assunto realmente é relevante para a sua persona?

Aqui na Eixo, por exemplo, sempre trabalhamos com a premissa “menos achismos e mais dados”. Ou seja, só escolhemos aqueles temas cujos dados comprovem que ele é, de fato, relevante para o engajamento de nossos potenciais clientes.

Para isso, a melhor forma de validar a relevância do tema é verificar se há um volume considerável de buscas por ele na internet. Utilize ferramentas como o Google Trends e o SEMRush e valide quais são os termos mais buscados que tenham a ver com o produto ou serviço que a sua empresa oferece.

Estes dois artigos irão te ajudar. Confira:

Como usar o Google Trends no planejamento de palavras-chave

Semrush: como usá-lo para pesquisa de palavras-chave?

Se o seu negócio é uma clínica de estética, e há uma grande procura por “como eliminar estrias”, por exemplo, um bom tema para o e-book poderia ser justamente esse. 

Lembre-se: divulgar um e-book faz parte de uma estratégia que visa educar a sua persona sobre um problema ou dor que ela está procurando resolver. O objetivo é sempre levá-la a uma Jornada de Compra até o seu produto. Portanto, o material precisa ser verdadeiramente rico de informações relevantes que garantam credibilidade à sua marca.

Se você já possui um blog, uma boa estratégia é definir os temas dos e-books com base nos blogs posts mais acessados pela sua audiência, e que tenham maior tempo de permanência pelos usuários.

Estruture o e-book por capítulos e retire as principais dúvidas sobre o tema

Lembre-se que os tópicos que você abordará no e-book devem ser úteis para o leitor. Por isso, use os termos pesquisados por ele nos mecanismos de busca para se certificar que todo o conteúdo do e-book responderá aos seus anseios. Uma dica é iniciar os tópicos com perguntas, pensando que é a própria persona que está querendo saber a resposta.

Coloque em mente que o e-book deve ser uma referência, de modo que o leitor possa voltar nele para consultá-lo de novo sobre algo específico que foi abordado. Por isso, pense no e-book como um lugar onde o leitor terá todas as informações de que ele precisa..

Ilustre o e-book com imagens 

Usar imagens no seu e-book torna a leitura mais leve, interessante e fluída. O leitor tende a ficar mais interessado para ler tudo do início ao fim, além de você poder impressionar, também, pelo visual. 

Caso você queria produzir as suas próprias imagens, certifique-se que elas terão uma “cara” profissional, com alta resolução e que tenham a ver com o tema abordado.

Se você for utilizar um bancos de imagens, a dica que damos é: considere, se possível, comprá-las. Assim, você não terá problemas com direitos autorais, e haverá menos chances de usar as mesmas imagens que os seus concorrentes já usaram.

Dicas de bancos de imagens:

Hora da diagramação: deixe seu e-book com uma cara profissional

É aqui que um trabalho realmente profissional irá fazer toda a diferença, seja na estética do material, na recepção dos leitores e na construção de autoridade da marca. Em outras palavras, a diagramação vai separar o seu trabalho de um e-book puramente amador.

Confira algumas dicas de diagramação para o seu E-book:

  • Use cores leves para tornar a leitura agradável ao leitor. Dê preferência por tonalidades que combinem com o logotipo da sua marca, ou que tenham a ver com o assunto do e-book;
  • As imagens também precisam ser agradáveis e se relacionar com o tema, e devem gerar identificação com a sua persona;
  • Facilite a tomada de decisão do usuário: Insira CTA’s destacados ao longo de todo o e-book, incluindo links internos que levam para conteúdos do seu site ou para páginas de venda;
  • Deixe o índice do seu e-book interativo: coloque links em cada tópico para que o leitor vá direto para a parte que mais lhe interessar;
  • Ao final da diagramação, comprima o arquivo para que ele fique leve e não demore para carregar;
  • Teste como o e-book irá abrir tanto no desktop quanto em dispositivos móveis. A experiência deve ser a mesma para os dois casos.

Dicas de ferramentas: para editar as imagens, você pode utilizar o Photoshop, e para diagramar todo o conteúdo, recomendamos o uso do Adobe InDesign.

Por fim, revise o e-book (Não ignore esta etapa!)

Aqui na Eixo Digital, todo e-book que produzimos passa duas vezes pela revisão antes de ser publicado: após a produção do texto e da etapa da diagramação. Consideramos a revisão um passo importantíssimo, uma vez que é muito comum deixarmos passar algum detalhe ou erro “bobo”, que pode comprometer a notoriedade da marca e afetar a sua autoridade.

Então, não ignore a etapa de revisão, e certifique-se que ele será publicado sem nenhum erro gramatical ou de diagramação, ok?

Um detalhe importante: E-books para captação de leads geralmente são gratuitos. Entretanto, caso opte por comercializá-los, recomendamos que você faça um cadastro dele na Biblioteca Nacional. E na hora de definir um preço, opte por um valor razoável, que considere o valor agregado ao E-book, bem como os custos de sua produção.

Agora que você aprendeu uma forma prática de como criar um e-book, você deve saber também como divulgá-lo. E já adiantamos para você: uma estratégia multicanal é a melhor maneira de divulgar qualquer produto digital.

Venha saber como divulgar o seu e-book neste artigo aqui: Como divulgar um E-book? 7 Maneiras que trazem resultadose-book, Como criar um e-book?

Comentários