Nutrição de leads: como aquecer uma lista fria de e-mails

Marketing Digital - Matheus Venturato

A primeira campanha de e-mail marketing foi lançada em 1978, nos Estados Unidos e, naquela época, já conseguiu gerar milhões em resultado. Imagina o que não é possível fazer hoje, com muito mais gente tendo acesso a internet.

Por isso, campanhas de e-mail são usadas até hoje, por empresas de todos os portes e segmentos, para captar e converter leads em clientes, divulgar seus produtos e serviços, trazer campanhas e promoções ou apenas para manter o relacionamento com seu público.

Mas o que fazer quando seu negócio tem uma base de e-mails, que não responde às suas ações? Como aquecer uma lista fria e desengajada.

No artigo de hoje, a gente te mostra os principais passos para aquecer e converter uma base de leads fria!

Como fazer a nutrição de leads e aquecer uma lista fria

Para conseguir mobilizar, chamar a atenção e, principalmente, estimular uma ação de uma base de e-mails fria, é preciso revisar e avaliar cada ponto de sua estratégia, para ver o que pode estar errado.

Mas antes de fazer qualquer alteração ou mudança de estratégia, é fundamental avaliar a sua base de leads/clientes e verificar quem realmente tem o perfil de ser seu cliente ideal (e vai se interessar por seus e-mails) e quem não tem.

Nessa hora, vale mais a pena ter uma base menor, mas de pessoas com o perfil que você busca, do que ter uma base de contatos “inchada” com gente que talvez nunca se converta em cliente.

Com isso checado, vejamos alguns pontos importantes, que podem estar falhando na hora da nutrição de leads e aquecimento da sua lista fria de e-mails.

  1. Assunto do e-mail e conteúdo

Imaginando uma campanha de e-mail marketing para divulgar um produto ou serviço, devemos buscar trabalhar os principais pontos de destaque daquela oferta.

Para isso, devemos avaliar questões como:

  • Público-alvo
  • Conteúdo relevante
  • Assunto que desperte interesse
  • Momento do mercado
  • Tendências de procura por esse produto/serviço.

Esses quesitos não devem simplesmente estarem presentes em sua campanha de e-mail, mas devem ser bem trabalhados, para que consigam gerar os resultados que você espera.

Para deixar tudo isso mais claro, vamos aos exemplos práticos de como seria um e-mail para a lista fria, citando o exemplo de um segmento de vestuário.

E-mail 1

Assunto: Essa camisa foi um sucesso, e agora chegou à sua região!

O que buscamos com esse assunto? Despertar interesse pela leitura, por meio de uma frase curta, direta, mas que gere curiosidade e a ideia de “que camisa será essa? O que que tem de tão especial nela?”.

Conteúdo: Já com relação ao conteúdo, imagine que tenha recebido um e-mail e achou o assunto superinteressante, mas, na hora que abriu, havia tanto texto e informações, que até perdeu o interesse de continuar. Dificilmente você abriria outro e-mail da mesma empresa e, mesmo que abrisse, o entusiasmo já não seria o mesmo.

O conteúdo ideal seria um texto simples, claro e objetivo, trazendo de cara os possíveis benefícios para o leitor, apenas com as informações que ele precisa para tomar uma decisão e dando meios fáceis e claros para essa ação, como: imagens atraentes do produto ou uma boa descrição sobre o serviço, negrito nas principais palavras e, no final, um botão ou link para a ação, acompanhado de um bom call-to-action.

Acredite, se você se certificou que está falando com o público certo e tem uma boa oferta, você não vai precisar de muito mais do que isso.

Afinal, e-mail marketing ainda funciona? Confira neste artigo dicas valiosas para fazer essa ferramenta render muitos frutos para seu negócio:

E-mail marketing: saiba como usá-lo!

E próximos e-mails para nutrição de leads?

Muitas vezes o 1º e-mail para a base fria pode não apresentar aquele número incrível de visualizações e conversões, mas ele é fundamental para servir como um teste para os demais e-mails.

Focar no assunto, conteúdo, botão e palavras em negrito são, sim, excelentes gatilhos para estimular o engajamento da sua base, mas nos próximos e-mails, você passa a avaliar o principal: o comportamento da sua lista!

Através de uma pesquisa simples, você consegue mapear os horários em que seu público terá mais probabilidade de abrir suas mensagens. Afinal, mandar um e-mail na hora em que seu público não vai abrir não é uma boa ideia.

Testes são sempre bem-vindos!

Estudar os horários de envio é algo extremamente importante para descobrir os momentos em que suas mensagens tiveram uma melhor taxa de abertura. Nesse sentido, enviar um e-mail no final do expediente de uma sexta-feira não parece ser uma boa estratégia se você espera que esse leitor tire um tempo para ler sua oferta com atenção. Provavelmente ele estará mais interessado no happy hour, trocando mensagens com os amigos.

Por isso, vale testar seu conteúdo nos vários horários do dia, de acordo com o objetivo da sua ação de marketing dentro da ferramenta de e-mail.

Quer garantir o melhor desempenho possível com suas campanhas de e-mail? Então confira neste artigo 5 métricas que você não pode ignorar:

5 métricas de e-mail marketing para você monitorar!

E para manter a base engajada?

Se você seguir todas essas dicas de como realizar a nutrição de leads e aquecer uma lista fria, ficando atento a cada um dos pontos citados, são grandes as chances de que você consiga resultados superiores aos que vinha tendo.

Com uma base mais engajada, é fundamental manter-se em contato com seu público, por meio dos chamados “conteúdos de relacionamento”, como o envio regular de newsletters com novidades sobre seu negócio, ou mesmo convidando o leitor para ler outros conteúdos seus, como artigos do Blog e postagens nas redes sociais. E isso está muito relacionado a nutrição de leads também.

Pode ter certeza: é muito mais fácil manter uma base aquecida do que aquecer uma base fria. Portanto, manter o contato no dia a dia é fundamental.

Não sabe que conteúdo enviar para sua base? Então você não pode deixar de ler este conteúdo:

Dicas de conteúdos essenciais para e-mail marketing!

Conte com a Eixo Digital!

Agora que você já sabe como aquecer uma lista fria de e-mails, é hora de pegar nossas dicas e colocar em prática! Só assim o conteúdo deixa de ser algo teórico e passa a ser algo prático e concreto, que gere resultados reais pro seu negócio.

Nessa hora é possível que surjam outras dúvidas. Então, se quiser aprender mais sobre Marketing Digital, você pode acessar outros conteúdos aqui no nosso Blog. Tem muita coisa legal por aqui e que será relevante e útil para a sua empresa.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de ajuda na produção de conteúdo para sua empresa? Fale conosco!

A Eixo Digital é uma agência especializada em inbound marketing, SEO, redes sociais e e-mail marketing e conta com um time apaixonado e pronto para ajudar no crescimento do seu negócio.

Quero falar com um especialista da Eixo Digital!

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]