Automação entre times de marketing e vendas: é possível? Como fazer?

Vendas - Fabio Campos

Você sente que a comunicação entre seus times de marketing e vendas não ocorre de maneira fluida e eficiente, como você gostaria?

Sente também que os processos de geração e qualificação de oportunidades de negócio ainda envolvem muitas etapas manuais, com muito trabalho “braçal” para suas equipes, o que acaba gerando perda de tempo e prejudicando os resultados?

A solução para isso está na automação entre os times de marketing e vendas.

O ideal é tornar automáticas as etapas que envolvem a aquisição, o relacionamento e a nutrição de leads, assim como devida sinalização ao time de vendas do quanto aquela oportunidade está pronta para ser efetivada, seja digital ou presencialmente.

Quando todo esse processo estiver ocorrendo de forma automática no dia a dia do seu negócio, você vai perceber um salto de eficiência e lucratividade.

Para entender como isso pode ser feito e aprender a implantar esse processo de automatização, siga a leitura!

Automação entre marketing e vendas: como fazer?

Quando falamos de automação de marketing e vendas, estamos nos referindo ao uso de softwares e ferramentas digitais capazes de executar de forma automática ações pré-programadas, como resposta a certas interações dos seus leads.

Um grande benefício disso é a economia de tempo, ao não precisar, por exemplo, enviar um e-mail para cada novo usuário que entra em sua base, mas contar com um software que faça isso de forma automática, inclusive para nutrir e qualificar esses leads, conduzindo-os em um fluxo de conteúdos, até que estejam prontos para a venda.

Além disso, a automação ainda torna possível algumas ações como programar uma postagem em suas redes sociais num domingo às 7h da manhã, sem que alguém do seu time precise madrugar para isso, pois tudo estará previamente programado.

O maior benefício, no entanto, é a possibilidade de ver os times de marketing e vendas atuando de forma integrada, com processos comuns e conhecidos por todos, em que o lead transite de forma fluida do primeiro contato com seu conteúdo até o fechamento da venda. 

A própria natureza dos times de marketing e vendas tende tornar suas ações independentes e isoladas, o que frequentemente acaba criando gargalos nos processos e desencontros de informações, como o pessoal de vendas abordando clientes que não estão prontos para uma oferta, porque essa equipe não estava a par do momento da jornada desse lead.

Como fazer?

Para ter um bom processo de automação rodando no seu negócio e, principalmente, integrando as equipes de marketing e vendas, o primeiro passo é definir – em conjunto – todas as etapas pelas quais seu lead vai passar, do início ao fim de sua jornada com sua marca. Estamos falando de um checklist mesmo, montado em conjunto pelas equipes.

Essas etapas precisam ser definidas a partir da realidade do seu negócio e dos produtos ou serviços que são oferecidos, o que vai influenciar diretamente no “caminho” que esse prospect precisará percorrer. Aqui os objetivos do seu negócio também contam muito.

O segundo passo é definir as ações capazes de converter os seus prospects em leads e, finalmente, em clientes – os chamados pontos de conversão do marketing. Isso pode ser feito através de landing pages, formulários, iscas digitais…

A terceira etapa é a oferta de conteúdos respeitando as diferentes fases da jornada de compra do consumidor.

Para isso, é fundamental ter conteúdos introdutórios, para quem estiver começando a pesquisar sobre algo do seu nicho (topo de funil). Além disso, conteúdos intermediários, para quem está se aprofundando no tema e buscando mais informações (meio de funil). E, finalmente, os chamados conteúdos de fundo de funil, nos quais você apresenta sua oferta e seus diferenciais.

Com tudo isso feito, agora é escolher uma ferramenta de automação que melhor atenda as necessidades do seu negócio e colocar o processo para rodar.

Assim, é possível automatizar o gerenciamento de leads desde o topo do funil até quando estiverem quentes e bem alimentados, momento de protagonismo do time de vendas para transformar, efetivamente, esse lead em cliente.

Veja também:

Aprenda a construir uma jornada de compra

A seguir, confira alguns processos que podem ser automatizados:

  1. Agendamento de posts nas redes sociais, de acordo com um planejamento de conteúdo que respeite os objetivos do seu negócio.
  2. Relatórios periódicos de performance de suas ações.
  3. Disparo de uma sequência de e-mails, com intervalos e tipos de conteúdos pré-definidos e estrategicamente planejados.
  4. Nutrição de leads com conteúdos específicos;
  5. Qualificação de leads, de acordo com o lead scoring programado.
  6. Notificação do time de vendas, assim que um lead atinge a qualificação desejada, para, aí sim, ser feita uma ação direta de venda, seja presencial ou digital. 

Com todas as etapas automatizadas, sua equipe de marketing terá condições de passar, de forma muito mais certeira, os leads que estão prontos para virar clientes ao time de vendas. Assim, a chance de conversão é muito maior, o que gera mais receita, em menos tempo, com menos esforço.

Veja também:

8 principais problemas entre marketing e vendas

Ferramentas indispensáveis automação de estratégias de marketing e vendas

O mercado tem desenvolvido ferramentas cada vez mais específicas e inteligentes para integrar e automatizar processos de marketing e vendas. 

Para automatizar toda a jornada do cliente, estruturar o funil de vendas e colher relatórios estratégicos, uma das ferramentas mais completas é o RD Station

Quer registrar, em um único lugar e de forma eficiente, todas as informações e progressos do seu time de vendas com possíveis clientes? Então você precisa de um software de CRM.

Através desse tipo de ferramenta, você será capaz de rastrear, por exemplo, por qual meio seu cliente foi atraído para chegar até você e assim direcionar seus investimentos de marketing de forma mais certeira.

De forma geral, é isso que faz um software de Call Tracking, que te mostra onde seus clientes mais veem seus anúncios e qual veículo ou rede mais atraem.

Neste conteúdo você já pôde conhecer um pouco mais o quanto a automação entre os times de marketing e vendas pode ser benéfica e aumentar a lucratividade do seu negócio, e ainda conheceu as principais ferramentas necessárias para isso.

Que tal ir além e se aprofundar mais nesse tema? Aprenda tudo sobre automação de marketing, baixando gratuitamente nosso e-book com um guia completo! 

————————-

Se você quer melhorar o marketing do seu negócio como um todo, tendo um time de especialistas planejando e executando estratégias de marketing – testadas e aprovadas – para gerar mais oportunidades para sua marca, fale com um de nossos especialistas!

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]