Marketing Médico: o Guia Completo para transformação digital

Marketing Médico - Raphael Caitano

O Marketing Médico é um tipo de estratégia voltada especificamente para o segmento da saúde, como forma de promover profissionais da área, serviços e instituições e atrair mais pacientes. Para aplicá-lo, é preciso estar atento aos limites da legislação e do código de ética.

Reunir estratégias inovadoras de marketing para práticas médicas pode ser uma tarefa assustadora e, muitas vezes, totalmente confusa.

Com o que parece ser uma infinidade de opções de canais de marketing e publicidade e, muitas vezes, informações contraditórias on-line sobre qual é a melhor opção para ter resultado no marketing digital. A última coisa que você deseja fazer é tomar uma decisão errada e gastar tempo, dinheiro e recursos valiosos para descobrir que a iniciativa foi uma perda de tempo com baixo retorno.

O nosso objetivo com este artigo é reunir, em um só lugar, tudo o que você precisa saber e fazer para alavancar o seu marketing médico. Utilize esse conteúdo como referência para consultar sempre que for necessário. Assim, não ficará perdido no processo de colocar em prática a sua estratégia.

Vamos lá?

Saiba o que você vai encontrar neste conteúdo (clique para ser direcionado para o tópico de interesse):

 

 

O que é Marketing Médico?

Marketing Médico é um conjunto de ações de Comunicação e Marketing voltado para profissionais e estabelecimentos da área da saúde, como o próprio nome sugere. Tem por objetivo promover profissionais, serviços e instituições de forma a educar e atrair o paciente.

Usado em meios online e offline, o Marketing Médico possui uma série de restrições impostas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) como consta na Resolução 1.947/11.

Tal norma visa coibir abusos e estabelecer limites para que a publicidade médica seja feita de maneira profissional sem que haja o comprometimento da relação médico/paciente.

Leia também:

Agência de Marketing Digital para Médicos: como escolher?

O que diz o Código de Ética Médico em relação à publicidade médica

O CFM desenvolveu uma cartilha com uma série de observações em relação à publicidade na área da saúde. Para não ir contra tais princípios é preciso entendê-los. Conheça os principais!

Anúncios no Marketing Médico

Em anúncios de um profissional ou estabelecimento médico devem conter o nome e a especialidade do profissional, assim como o número do registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e o Registro de Qualificação de Especialista, se esse for o caso.

Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame)

Por mais que as informações divulgadas pelo conselho sejam claras, ainda assim dúvidas podem surgir na hora de colocar uma propaganda para circular.

Para tirar dúvidas e não incorrer em situações que possam ser punidas, o conselho indica a consulta ao Codame por parte do médico ou dos profissionais de marketing. Desta forma os dispositivos legais serão cumpridos.

O que NÃO pode ser feito na publicidade e Marketing Médico

O profissional de Comunicação e Marketing de um negócio vinculado à área da saúde precisa estar atento às normas do CFM para que o estabelecimento não seja penalizado por estar em desacordo com o que prega a instituição.

E para não correr o risco de colocar em prática uma dessas atividades proibidas, listamos as principais ações que não podem ser feitas no Marketing Médico. Acompanhe:

Desenvolver propagandas enganosas no Marketing Médico

Nenhum empreendimento deve fazer ações de comunicação e marketing enganosas. Porém, quando tais negócios estão relacionados ao bem-estar e à saúde, a responsabilidade em relação ao conteúdo de uma mensagem torna-se ainda maior pelo fato de estar atrelada à vida.

Mostrar fotos de pacientes em antes e depois

O código de conduta dos médicos impede que pacientes sejam expostos como forma de promoção profissional. Por isso, imagens de antes e depois ou até mesmo as famosas selfies são proibidas. E mesmo que haja consentimento, ainda assim as publicações continuam não sendo aceitas.

Divulgar aparelhos como forma de atendimento superior

Propagar aparelhos usados em tratamentos médicos como forma de comercialização dos serviços é proibido. Sendo assim, as clínicas não devem anunciar as máquinas como forma de mostrar que o atendimento é melhor ou mais eficiente.

Transmitir o valor dos equipamentos é possível por meio de conteúdos relevantes que sejam informativos.

Fazer promessas de resultados

Outra ação que é vedada pelo CFM é a de desenvolver propagandas com garantia de resultados. Seja por meio de tratamentos, de remédios ou de aparelhos, o conselho proíbe a ação.

O que acha de conferir tudo que precisa saber sobre Marketing Médico em um só lugar? Acesse aqui a nossa categoria e aprofunde-se no assunto!

Quer um Guia Prático mais detalhado de como fazer o seu Marketing Médico? Então, clique aqui e baixe agora mesmo o nosso e-book especial Guia do Marketing Digital para Clínicas e Hospitais.

marketing médico, Marketing Médico: o Guia Completo para transformação digital

Leia também:

Marketing Digital para Médicos: guia com dicas de como fazer

Plano de Marketing para Clínica Médica: o que não pode faltar?

Quem quer colocar em prática o marketing médico adequadamente não pode deixar de criar um plano de marketing. Além de permitir que entenda melhor a sua clínica e o cenário em que ela atua, o planejamento também vai ajudá-lo a ter uma visão geral do que precisa fazer para alcançar os resultados que deseja.

Confira abaixo tudo aquilo que é essencial incluir no plano de marketing da sua clínica médica para que tenha retornos positivos.

Análise interna e de concorrência

Qual é a situação atual da sua clínica? Você tem plena consciência disso? Você sabe o que está bom, o que precisa reforçar e o que precisa melhorar em questões de marketing? Quais os seus problemas de comunicação hoje? Esse tipo de análise interna é essencial para que possa planejar o seu marketing médico.

Além dessas questões, também é importante que faça uma análise interna considerando pontos de SWOT (do inglês Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats). 

Resumidamente, você deve levantar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da sua clínica.

  • Forças e pontos fortes: o que a sua clínica oferece de diferencial?

Aqui, pense no que realmente torna a sua clínica especial e o que pode ser o principal atrativo na mente de futuros pacientes. Nesse ponto, muitos costumam considerar o atendimento como diferencial, mas vá além disso, ok?

  • Fraquezas e pontos fracos: o que você identifica que precisa melhorar na sua clínica?

Uma boa dica para descobrir isso é analisar os feedbacks que tem recebido, tanto presencialmente na sua clínica quanto em canais digitais, como redes sociais.

  • Oportunidades: existe algo que está deixando passar?

O que está acontecendo no mercado que você pode aproveitar na sua clínica? Analisar tendências, pesquisas e fazer benchmarks são boas ações para identificar oportunidades.

  • Ameaças: o que está acontecendo no mercado que pode impactar negativamente na sua clínica?

Existe algum cenário externo que você precisa se preocupar ou se preparar futuramente? Uma crise, por exemplo, é um exemplo de ameaça.

Além da análise interna, também é imprescindível que estude os seus concorrentes de forma aprofundada. Quais as clínicas que concorrem diretamente com o seu negócio? E os concorrentes indiretos? Como eles realizam a comunicação e o marketing deles? Quais são os diferenciais que a sua concorrência oferece? 

Esse tipo de análise é importante para entender melhor o mercado e a área de atuação da sua empresa, além de ter ideias de melhorias na sua própria clínica.

Objetivos e metas

Que tipo de resultado você quer com o marketing médico? O que deseja alcançar? O que quer melhorar? Quando quer alcançar bons retornos? Ter essas questões definidas vai ajudar a estabelecer foco para o seu marketing e torná-lo ainda mais assertivo, aumentando as chances de sucesso.

Exemplos de objetivos para Marketing Médico:

  • Aumentar o número de pacientes;
  • Melhorar a satisfação dos meus pacientes;
  • Estabelecer uma presença digital sólida para a minha clínica;
  • Aumentar a porcentagem de pacientes vindos da internet;
  • Tornar a minha clínica referência no segmento, tanto para pacientes quanto para concorrentes.

Exemplos de metas para Marketing Médico:

  • Alcançar a marca de X% de pacientes vindos por meio do digital em X meses;
  • Atrair X usuários para o site da clínica em 1 ano;
  • Conseguir X seguidores nas redes sociais dentro de 1 ano.

*Lembre-se que metas devem ser mensuráveis! Por isso a importância de definir números e períodos.

Persona

Mais que definir um público-alvo para a sua clínica, é fundamental que tenha uma visão melhor de quem é o seu público-alvo. E uma forma de fazer isso é por meio da definição de personas, que são representações mais concretas e específicas da audiência que quer atingir.

É como se você estruturasse melhor quem é o seu paciente ideal, como uma pessoa real, definindo pontos como o gênero, idade, condição financeira, problemas e desejos/sonhos, gostos, preferências e comportamento de compra, entre outras características.

Para saber como criar personas para a sua clínica adequadamente, leia este outro conteúdo.

marketing médico, Marketing Médico: o Guia Completo para transformação digital

Planejamento de Ações e Estratégias

Agora que você já tem uma noção melhor da sua clínica e do mercado em que está, sabe onde quer chegar com ela e tem consciência de quem quer atingir, quais as ações de marketing que precisa executar para alcançar os resultados que quer? O que você precisa fazer, de fato, para o seu marketing médico trazer retorno?

A diversidade de ações e estratégias que pode aplicar é gigante, como verá mais à frente. É importante considerar aquelas que melhor se adaptam para os seus objetivos, metas e para o seu público.

Além disso, é essencial que estabeleça um plano de ação para que essas ações sejam executadas e também um cronograma, para que não se perca no seu marketing médico e evite que as coisas fujam do controle.

KPI’s

Como você irá saber se está perto de atingir os seus objetivos e metas? Como irá descobrir se as suas ações estão dando certo ou não estão funcionando? E se algo não estiver dando o retorno que esperava e você não estiver consciente disso? É aí que os KPI’s entram.

KPI’s são indicadores de performance que irão te dizer se o seu marketing médico está dando certo ou se precisa de ajustes.

Neste artigo, nós explicamos melhor o que são KPI’s e como defini-los. Confira!

É um Gerente de Marketing em uma clínica, consultório médico ou hospital? Saiba aqui quais são os KPI’s que você não pode deixar de acompanhar no seu marketing médico.

Lembre-se: um planejamento funciona como um guia, mas não é definitivo. Imprevistos podem acontecer, ações podem não ir como planejado, e você deve ser capaz de saber quando isso acontece e quando é necessário fazer ajustes.

Saiba mais em Checklist: como fazer um Plano de Marketing Digital de Sucesso.

Ações para fazer Marketing Médico

Milhares de pessoas buscam informações sobre doenças, sintomas, tratamentos e médicos na internet. E é justamente pelo fato de que esses internautas podem ser potenciais pacientes de um consultório ou hospital que os gestores de tais empreendimentos precisam estar atentos à presença online das instituições.

E para ser encontrado em pesquisas feitas em mecanismos de busca, existem uma série de táticas de Inbound Marketing que um negócio no segmento da saúde deve adotar para ter destaque em relação à concorrência.

Marketing Médico: saiba como funciona

Leia também:

Marketing Digital para Empreendedores na CRISE: entenda a importância

O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing é um conjunto de técnicas aplicadas no meio virtual por meio de criação e publicação de conteúdos relevantes e de interesse para públicos potenciais de um empreendimento. Por meio dessa aplicação é possível ganhar a atenção de tais pessoas de maneira espontânea, o que difere das ações efetivadas pelo Marketing Tradicional.

Dentre os quatro pilares do Inbound Marketing estão: SEO, Marketing de Conteúdo, Links Patrocinados e Redes Sociais.

Para que todos eles sejam aplicados, o primeiro passo é o de produzir uma página para a clínica ou hospital.

Site

O site é a porta de entrada de um empreendimento médico na web. É por meio dele que um consultório terá uma apresentação no ambiente virtual, facilitando o reconhecimento por possíveis pacientes.

Além do espaço para informações institucionais e esclarecedoras quanto aos atendimentos e serviços prestados, é nessa página que deverá estar vinculado um blog. Tal espaço é destinado à educação de potenciais pacientes e demais pessoas que já conhecem o trabalho da instituição.

SEO

Search Engine Optimization (SEO) é um conjunto de ações aplicadas no site por meio de uso de palavras-chave, tags, métodos de escaneabilidade de conteúdo, etc.

Quando a aplicação é feita corretamente, ela ajuda o site a aparecer melhor nos mecanismos de busca por meio de temáticas similares ou iguais às presentes nas páginas.

Marketing de Conteúdo

As técnicas de Marketing de Conteúdo deverão ser aplicadas no blog como forma de atrair e de educar os visitantes. É por meio delas também que mecanismos de busca poderão posicionar melhor um site de forma a fazer com que tal página tenha mais visibilidade na web.

Redes Sociais

Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, dentre outras, são apenas algumas das principais plataformas sociais online que devem ser usadas por clínicas médicas.

Os benefícios de ter um perfil em tais páginas são inúmeros e estão relacionados à divulgação do espaço, construção de autoridade, propagação de informações de qualidade sobre o segmento em que a clínica atua e ao relacionamento com o potenciais pacientes.

Anúncios Pagos na Web

Google AdWords e Facebook Ads são sistemas de mídias pagas das plataformas que levam os nomes. Os investimentos feitos nelas possibilitam posicionamentos melhores nos mecanismos de busca e na rede social, o que favorece o tráfego nos canais da clínica e potencializam as vendas.

Investir em anúncios pagos é fundamental para quem quer ter uma presença online mais marcante e imediata. Porém, é importante ressaltar que tal estratégia, para resultados melhores e menos gastos, precisa ser atrelada a outras já citadas.

Saiba mais em:

Inbound Marketing: o essencial para não ficar perdido mais

Por que é importante investir em publicidade e Marketing para Médicos no meio digital?

Catálogos de plano de saúde e o famoso boca a boca perderam vez nas indicações de médicos depois que a internet passou a ser usada de maneira constante para a realização de pesquisas na área da saúde, sendo assim, clínicas e hospitais precisam investir em estratégias de Marketing Digital para que os empreendimentos estejam bem posicionados nos mecanismos de busca e possam ser facilmente encontrados por quem os deseja.

Inbound Marketing gera leads

Leads são pessoas que trocam informações pessoais por algum tipo de informação útil, que pode ser um e-book, um vídeo, um infográfico, dentre outros formatos.

E a partir da captação de tais informações, os profissionais da saúde, auxiliados por profissionais de marketing, poderão desenvolver uma série de estratégias para educar essas pessoas e fazer com que elas virem pacientes.

Inbound Marketing cria autoridade

Médicos e demais profissionais da saúde, quando vistos como referências nos segmentos em que atuam, conseguem atrair a atenção de mais pessoas que procuram por seus serviços, sendo assim, para ter autoridade e desenvolver o nome do empreendimento no mercado é importante levar conteúdo informativo e relevante aos potenciais pacientes.

Inbound Marketing aprimora o relacionamento

Todo negócio, independente do segmento, precisa ser lembrado pelo público que ele deseja alcançar. E para isso, desenvolver um relacionamento com quem já é paciente e quem pode vir a ser é importante. E para isso, ações de Inbound Marketing relacionadas aos envio de e-mails, rede sociais, dentre outros, é bastante eficiente.

Veja como o Marketing de Relacionamento pode alavancar o seu negócio neste artigo aqui:

Marketing de Relacionamento: como aplicá-lo em seu negócio?

Inbound Marketing possibilita monitorar resultados do Marketing Médico

Ao contrário de outras ações de Comunicação e Marketing feitas no ambiente offline, as realizadas no mundo virtual permitem ser analisadas em tempo real.

Os benefícios dessa possibilidade são o de conseguir fazer reformulações para aprimoramento das ações de maneira rápida e eficiente, o que otimiza os recursos e gera mais vendas.

Leia também:

12 motivos para investir em uma estratégia de Inbound Marketing

Marketing Médico: saiba como funciona

Como atrair pacientes com a Internet? Veja 8 técnicas de Marketing Digital

Ferramentas de Inbound Marketing para Médico

Para que as ações de Inbound Marketing sejam efetivas e tragam resultados positivos, é importante o uso de ferramentas que otimizam o trabalho e que ofereçam diagnósticos, sendo assim, aproveite já que Inúmeras são disponibilizadas no mercado e podem ser empregadas.  

RD Station

A plataforma de automação de marketing desenvolvida no Brasil é uma das ferramentas mais poderosas do Inbound Marketing e deve ser usada em uma estratégia de Marketing Médico.

Com ela é possível captar e gerenciar leads por meio da construção de Landing Pages otimizadas, dar notas para cada um deles de forma a mostrar o momento de compra (Lead Scoring), Testes A/B, integração de blog, integração de blog, acompanhamento de palavras-chave, etc.

Saiba mais em:

Tudo que você precisa saber sobre o RD Station

CRM

Customer Relationship Management, ou simplesmente CRM, é um software de gestão que auxilia o contato entre o vendedor e o cliente. Com a possibilidade de ser integrada ao RD Station, tal ferramenta deve ser usada para aprimorar o relacionamento entre cliente e empresa.

E-mail

Outra importante e já conhecida ferramenta do marketing digital é o e-mail. Por meio dele tem-se uma personalização no contato e maior aproximação entre potenciais pacientes, pacientes e empresa. Em uma estratégia de Inbound Marketing é usado para o envio de newsletter, para o desenrolar de um Fluxo de Nutrição, dentre outras atividades.

Leia também:

Como obter resultados com e-mail marketing?

Palavras-chave

Existem várias outras ferramentas que serão usadas de acordo com a necessidade da estratégia, tais como a do Google Ads, Keyword Tool e SemRush que permitem, dentre outras funções, a busca e encontro de palavras-chave estratégicas.

Quer saber mais sobre Palavras-chave e ferramentas que vão te ajudar nisso? Confira este outro artigo e aprenda também a como usá-las na prática para o seu marketing!

Leia também: 38 TOP Ferramentas de Marketing Digital para diversas áreas!

Por que contratar uma Agência de Inbound Marketing Especializada na Saúde para fazer o meu Marketing Médico?

Existem particularidades na aplicabilidade do Marketing Médico, como dito anteriormente, que somente profissionais especializados são capazes de atender, e com isso, por mais que existam pessoas qualificadas para desenvolver estratégias de Marketing e Comunicação, elas precisam ter conhecimentos específicos sobre o que diz o Conselho Federal de Medicina em relação à publicidade Médica.

E para não errar no desenvolvimento de campanhas e ações na internet, nada melhor do que contar com uma Agência de Inbound Marketing especialista no planejamento e implementação de atividades em Comunicação e Marketing voltadas para o segmento da saúde.

A Eixo Digital é uma agência especializada em Inbound Marketing. Na área da saúde, já auxiliamos diversos clientes a chegar aos resultados que queriam, como a Audiofisa, que ajudamos a gerar 100 oportunidades por mês para clínica com o nosso trabalho. Confira a história completa aqui.

Leia também:

Contratar uma Agência de Inbound Marketing vale a pena?

fale com um dos especialistas da agência eixo digital primeira agência platinum do centro-oeste
A Eixo Digital é a primeira Agência Platinum do Centro-Oeste entre os parceiros da Resultados Digitais. Que tal falar com um de nossos especialistas?

Comentários