Blog

Dores dos Clientes no Marketing: Exemplos e 7 Dicas Para Identificar

Foto do autor

Por:

eixo

perguntas para identificar dor do cliente

Você já se perguntou o que realmente mantém seus clientes acordados à noite? Qual é a dor que eles sentem e que sua empresa tem o poder de aliviar? Essas são as questões fundamentais que você precisa responder para criar estratégias de marketing que não apenas atraiam a atenção, mas também conquistem corações e carteiras.

Neste artigo, mergulharemos fundo no mundo das dores dos clientes. Vamos explorar não apenas o “por que” de identificá-las, mas também o “como”. Afinal, entender essas dores é o primeiro passo para construir uma conexão genuína com sua audiência e oferecer soluções que realmente importam.

Então, prepare-se para uma jornada de descoberta, onde desvendaremos as dores dos clientes e compartilharemos sete dicas práticas para identificá-las. Vamos começar essa emocionante viagem rumo ao entendimento do que realmente motiva suas personas.

Quais são as principais dores dos clientes?

As dores dos clientes podem ter diversas razões, nem sempre fáceis de identificar. Os principais exemplos de dores dos clientes são sobre o Financeiro, Produtividade, Processos e Suporte. Abaixo explicamos mais a fundo sobre elas:

1. Financeiras

O primeiro dos exemplos de dor do cliente, e um dos mais rápidos de identificar, é relacionado a reflexos na saúde financeira da empresa. Ou seja, situações-problemas que estão afetando os ativos e passivos. 

Seja porque as soluções atuais estão “caras” demais, trazem um ROI negativo, ou a empresa está gastando de mais em um produto específico, ou simplesmente porque a situação financeira da empresa se alterou e ela precisa urgentemente reduzir custos.

2. Produtividade

Ninguém quer manter um produto ou serviço que exige alto esforço e investimento de tempo e pessoal de forma ineficiente, não é mesmo? Imagine contratar uma ferramenta de produtividade, como um software de ERP, e descobrir que ele é pouco intuitivo, com falhas frequentes e que deixam a sua equipe incapacitada de trabalhar por longos períodos?

Um prato cheio para procurar um concorrente, concorda?

3. Processo

Este exemplo de dor do cliente normalmente está relacionado à ineficiência em processos internos. Em sua maioria, ligada a deficiência na nutrição e gestão de leads que acabam não gerando resultados.

4. Suporte

Por fim, o último dos exemplos de dor do cliente é relacionado ao suporte ao cliente oferecido pela empresa contratada. Isso ocorre quando ele é mal-assessorado no momento em que o serviço ou produto apresenta falhas, demora no atendimento, falta de profissionalismo, etc.

Nada pior do que contratar um serviço, ou adquirir um produto, e depois perceber que a empresa instantaneamente perdeu o interesse em você, não é mesmo?

Ao conhecer e identificar os tipos de dor do cliente, você pode começar a traçar estratégias muito mais focadas e eficientes para tratar estas questões.

Falta de conhecimento aprofundado sobre as MELHORES PRÁTICAS DE MARKETING DIGITAL PARA SAÚDE? ACESSE A NOSSA REVISTA E INICIE UMA REAL TRANSFORMAÇÃO DIGITAL PARA A SUA CLÍNICA!

7 perguntas para descobrir a dor do cliente ou persona

Primeiramente, para saber o que perguntar, é necessário desenvolver real interesse sobre a sua persona, a situação de vida dessa pessoa e como ela pensa, age e reage. A tal empatia é também muito importante nesse processo, pela capacidade de compreender o outro em suas necessidades sem julgamento e com verdadeira intenção de oferecer ajuda no que a pessoa precisa.

Diante de tantas perguntas possíveis, um bom começo são as seguintes:

1 – Por que o meu serviço ou produto é importante para o meu cliente?

2 – Quais os problemas do meu cliente que eu ajudo a resolver?

3 – Por que o meu cliente precisa dessa solução?

4 – Qual é o prazo que o meu cliente tem para solucionar essa dor?

5 – O que acontecerá caso a dor não seja solucionada?

6 – Qual é o sentimento do meu cliente ao solucionar essa dor?

7 – O que faria do meu produto/serviço desqualificado para solucionar essa dor?

Entender detalhadamente essas respostas poderá te fazer, inclusive, expandir o seu negócio com novas soluções ainda nem pensadas. Quando se trabalha a partir das necessidades reais da sua persona, as possibilidades são ricas e exclusivas. Por isso, invista em uma pesquisa personalizada.

Assista ao Vídeo para Exemplos Práticos de Persona

Às vezes, a melhor maneira de entender como identificar as dores dos clientes é ver exemplos práticos em ação. E quem melhor para apresentar esses exemplos do que o nosso próprio CEO, Rapha Caitano? No vídeo abaixo, Rapha compartilha insights valiosos sobre como definir e compreender suas personas, além de mostrar exemplos reais de dores dos clientes e como abordá-las estrategicamente.

Certifique-se de reservar um tempo para assistir ao vídeo, pois ele complementa perfeitamente as informações deste artigo. Com os exemplos práticos apresentados por Rapha, você terá uma visão ainda mais clara de como aplicar essas estratégias em seu próprio negócio.

Agora, vamos continuar explorando os detalhes das dores dos clientes e as dicas para identificá-las.

Como identificar as dores dos clientes?

Aprenda a fazer uma pesquisa qualificada e personalizada com os seus clientes.

  1. Escute o seu cliente

    Pode parecer básico, mas sabe aquela conversa despretensiosa que você tem com o seu cliente durante uma compra? Aproveite a oportunidade! Desenvolva relacionamento e peça feedbacks, descubra como aquela pessoa chegou até você e faça todas as demais perguntas já citadas acima e que forem possíveis de se encaixar na conversa.
    Se houver espaço, fale abertamente sobre a pesquisa que está fazendo e sobre as informações que precisa para entender as necessidades daquela pessoa.

  2. Realize pesquisas objetivas e explicativas

    Com a pesquisa, você poderá organizar as perguntas certas que fazem sentido para o seu negócio e organizá-las em um formulário que poderá ser enviado por e-mail ou ficar disposto na sua própria loja para preenchimento no momento de compra.
    Atenção: cuidado com formulários longos e com perguntas confusas. Seja estratégico em cada pergunta que fizer.

  3. Analise os dados

    E, claro, analise com profundidade todos os dados que a sua empresa já possui sobre sua persona e suas possíveis dores. Organize todas as informações possíveis de serem retiradas do seu site, das suas redes sociais, do Google Analytics e de todos os contatos realizados com perguntas e dúvidas sobre o seu negócio.

Com essas informações coletadas, será muito mais fácil elaborar estratégias de marketing que apresentarão resultado efetivo para os eu negocio.

Posts Recentes



Posts Recomendados



selo rd station 1 selo rd station 2 selo google selo rd station 3 selo rd station platinum
logo
instagram facebook linkedin pinterest youtube

Conteúdos