Inbound vs. Outbound marketing: conheça as diferenças

Inbound Marketing - Gleidson Dourado

Depois de ler tanto sobre inbound quanto sobre outbound marketing, você acha que as suas definições, finalidades e vantagens ainda estão meio nebulosas? Você está com dúvida de qual utilizar na estratégia do seu negócio? 

Tudo bem, são muitos termos envolvidos e realmente pode parecer meio difícil distinguir qual dos métodos funciona melhor para o seu empreendimento. 

Por isso, resolvemos destrinchar aqui, neste artigo, as principais diferenças entre o inbound e o outbound marketing. Temos certeza de que ao final da leitura você vai estar com as ideias bem mais claras sobre ambos. Então, confere aí!

Diferenças-de-Inbound-e-Outbound-marketing

Leia também:
Inbound marketing: o essencial para não ficar perdido

Abordagem

Inbound-e-outbound-marketing

Inbound marketing

Quando traduzido do inglês, “inbound marketing” significa “marketing de entrada”. A tradução, por si só, já ajuda a explicar a ideia central do inbound: fazer com que os clientes entrem no seu funil de vendas por eles mesmos, ou seja, cheguem até você. 

Por isso, a abordagem dessa estratégia é indireta. A empresa produz conteúdos relevantes aos seus possíveis clientes e os disponibiliza na internet. No meio de uma busca por soluções para os seus problemas, o cliente encontra esse conteúdo no site da empresa, gosta dele, identifica o que estava precisando, e, então, realiza a compra, ou se cadastra para receber mais conteúdos, tornando-se um lead. 

Outbound marketing

Já o “outbound marketing” significa “marketing de saída”.  Nesse sentido, a empresa sai em busca de clientes de forma ativa. 

Essa maneira ativa de procurar por consumidores é frequentemente chamada de “marketing de interrupção”.

Alguns exemplos de produtos que surgem a partir do outbound marketing são anúncios de revista, intervalos de TV, telemarketing e e-mails. 

Tipo de comunicação produzida

Devido às abordagens e formas de atração diferentes, a comunicação presente por trás dos dois métodos também difere entre os bounds

Inbound Marketing

Já que no inbound a estratégia consiste em oferecer conteúdo para que o cliente chegue até a sua empresa, o foco é passar conhecimento. Portanto, a sua comunicação costuma ser mais informativa do que a do outbound. 

Contudo, como o Inbound Marketing muito se embasa nas etapas do funil de vendas e na jornada de compra de cada consumidor, seus conteúdos também são pensados de acordo com as etapas em que cada possível cliente se encontra no funil. Quanto mais próximo ao fundo ele estiver, mais específico e persuasivo será o conteúdo. 

Outbound Marketing

Em contrapartida, como o outbound pretende fisgar o cliente a qualquer momento, ele precisa convencer o público de que a empresa e os seus produtos são interessantes, mesmo que ninguém tenha procurado por aquele conteúdo. Assim, esse tipo de marketing precisa ser mais persuasivo e agressivo do que o inbound. 

De qualquer forma, o segredo, em ambos, é promover algum interesse de conversão. Esse interesse surge a partir de algum valor agregado. E a melhor maneira de agradar o possível lead de maneira eficiente é conhecendo-o bem. Sendo assim, as duas abordagens precisam de personas muito bem definidas. 

Custos e ROI 

Custos-e-ROI

ROI? Como assim ROI? 

Antes de entrar nesse âmbito, vamos explicar o que exatamente é ROI. ROI é uma sigla que vem do inglês (como tudo nesse mundo do marketing, não é mesmo?) e significa Return on Investment, ou Retorno Sobre o Investimento, em português. 

Ou seja, no contexto em que estamos falando, o ROI é a relação entre o que foi ganho ou perdido, e o dinheiro investido na implementação da estratégia. 

Ok, agora vamos aos custos de fato

Inicialmente, o inbound costuma ser mais barato, embora o ROI demore mais a chegar do que no outbound. 

Já o outbound, em um primeiro momento, normalmente é mais caro. Porém, o retorno costuma ser mais rápido. 

E, afinal, eu devo investir no inbound marketing ou no outbound marketing? 

Duas estratégias vendem melhor do que uma

Então, viemos aqui te contar que o melhor a ser feito é investir… nos dois! Isso porque, embora distintos, eles são métodos complementares. 

Ainda assim, a parcela de investimento destinada a cada um pode ser distinta. Tudo vai depender do seu negócio, da sua persona e do ticket médio do seu cliente.

Esperamos que esse artigo tenha sanado as suas dúvidas. Continue acompanhando a gente para mais conteúdos bacanas e informativos que nem esse! 

A Eixo pode te ajudar a alcançar os resultados que tanto quer na internet com o Inbound Marketing!

Confira aqui a nossa página de serviços ou, se preferir, fale diretamente com um de nossos especialistas clicando aqui. Estamos prontos e disponíveis para alavancar a sua estratégia digital, vem com a gente!

Leia também:
Cases de Sucesso de Marketing Digital para ajudar na sua estratégia.

Inbound Marketing

 

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]