Ok, Google: como fazer SEO para pesquisas por voz

SEO - Pedro Leitão

A forma de pesquisar na internet mudou. Mais rápida e intuitiva, a pesquisa por voz é hoje uma tendência que veio para ficar e está presentes em cada vez mais dispositivos: do celular ao controle remoto da TV.

Para se ter uma ideia, hoje cerca de metade dos usuários da internet utiliza as pesquisas por voz ao menos uma vez ao dia, segundo pesquisas.

Uma revolução nos mecanismos de busca está acontecendo, e o seu SEO precisa estar preparado para isso.

Se você quer saber como fazer SEO para pesquisas por voz e melhorar o alcance dos seus conteúdos no Google, não deixe de ler este artigo.

Como funciona a pesquisa por voz?

Os sistemas de busca por voz estão o tempo todo ao nosso redor, acessíveis e cada vez mais responsivos, por um número crescente de dispositivos e, claro, dos assistentes virtuais que tornam essa mágica possível.

Os principais serviços do tipo, presentes hoje no mercado, são:

  • Siri (Apple), desde 2011.
  • Google Assistant, desde 2012.
  • Cortana (Microsoft), desde 2014.
  • Alexa (Amazon), desde 2014.

Todos esses sistemas de reconhecimento por voz têm o objetivo de reconhecer não só as palavras, mas também seu contexto, entregando respostas que não necessariamente seguem à risca os termos pronunciados, mas sim a semântica da solicitação. Em outras palavras, tentam entender qual seria a intenção de busca do usuário ao fazer aquela pergunta.

Com os recursos de inteligência artificial, os assistentes virtuais são mecanismos capazes de se aprimorar e “aprender” pelas interações com os usuários, priorizando entregar as respostas mais adequadas e objetivas, numa experiência cada vez mais personalizada.

Com a competição cada vez mais acirrada, aprimorar suas ações de SEO é fundamental para se manter competitivo no mercado:

4 conteúdos para elevar o nível do seu SEO

Como fazer as pessoas te encontrarem com pesquisa por voz?

Apesar de partilhar princípios semelhantes aos usados para o SEO tradicional, as otimizações para mecanismos de busca para pesquisas por voz possuem alguns detalhes bastante específicos, que podem fazer toda diferença.

1. Use palavras-chave de cauda longa

Diferentemente de uma pesquisa escrita, em que o usuário tenderia a digitar, por exemplo: “Marketing digital Brasília”. Na pesquisa por voz, a experiência se aproxima a de uma conversa informal e, assim, é mais provável que o usuário faça uma busca do tipo: “Agências de marketing digital em Brasília”.

Dessa forma, uma estratégia muito interessante seria desenvolver conteúdos com palavras-chave em forma de pergunta e resposta, uma vez que grande parte das interações nas pesquisas por voz se dá nesse formato.

💡Dica: Não podem faltar em seu blog, por exemplo, conteúdos do tipo: “As [x] principais dúvidas das pessoas sobre [assunto]”.

Investir tempo em conteúdo orgânico ou investir dinheiro em mídia paga? Conheça nossa opinião sobre essa questão acessando este artigo:

SEO ou mídia paga: quando usar cada um?

2. Seja sintético

Os assistentes por voz facilitam em muito muito a vida do usuário, incentivando a realização de diferentes atividades ao mesmo tempo Com a praticidade do voice search, usuários realizam pesquisas enquanto cozinham, por exemplo. 

Com isso, o internauta espera das pesquisas por voz respostas claras e objetivas, que ele consiga aproveitar sem precisar interromper suas demais atividades do dia.

Nesse sentido, formatos de conteúdos que atendam a essa premissa podem ser:

  • Vídeos.
  • Listas.
  • Ofertas diretas.
  • Featured Snippets (caixas com uma resposta mais objetiva e direta, no topo da página de resultados do Google, antes mesmo dos resultados de busca).
  • Informações, como localização, dias e horários de funcionamento.

Uma das principais armas de qualquer estratégia sólida de marketing são os artigos do Blog. Aprenda, neste artigo, como melhorar o alcance e a entrega dos seus:

SEO para blog posts: lista com 8 práticas indispensáveis!

3. Ligue o GPS

Toda pesquisa em um mecanismo de buscas tem um viés utilitário, ou seja, o usuário quer sempre o resultado mais útil, prático e direto. Nas pesquisas por voz, isso é ainda mais verdadeiro, já que o usuário está buscando agilizar ainda mais o processo.

E um dos principais tipos de busca feitas são atrás de endereços e informações sobre empresas e prestadores de serviços. Nesse sentido, possibilitar que os buscadores indiquem a localização e os horários de funcionamento do seu negócio é essencial.

Mantenha sempre atualizado o Google Meu Negócio da sua marca, com o máximo de informações possível. Muita gente ainda não conhece o potencial dessa ferramenta gratuita do Google para os negócios físicos.

💡Dica: Quanto mais completa estiver a descrição sobre o seu negócio nesse espaço, mais o Google vai considerá-lo relevante e vai recomendar para mais usuários que procurarem por uma empresa como a sua.

Ainda não está familiarizado com esse recurso do Google para lojas físicas? Confira neste conteúdo do nosso blog algumas dicas sobre SEO para negócios locais e sobre o Google Meu Negócio:

SEO local: 6 passos para se destacar da concorrência!

4. Busque a “posição zero” do Google

Como citado acima, o Featured Snippets (ou posição zero) é um espaço especial apresentado pelo Google nos resultados de busca, trazendo a resposta que o buscador considera como sendo a que responde a dúvida pesquisada da forma mais direta, antes mesmo dos demais resultados de busca.

Esse tipo de resultado pode aparecer em formato de lista, parágrafos e até tabelas e costumam ser a solução mais prática para quem busca uma resposta, uma vez que você não precisa nem clicar em um link para resolver seu problema

💡Dica: Crie parágrafos que respondam às perguntas do público de forma bastante direta e, de preferência, já no início do texto, sempre utilizando as palavras-chave mais bem ranqueadas. Assim as chances de seus conteúdos alcançarem o Featured Snippets serão maiores.

Reunimos nossas melhores dicas de SEO em um ebook completo, com tudo o que você precisa saber para melhorar o alcance de seus conteúdos. E o melhor: de graça! Clique e baixe agora!

A importância do SEO para a pesquisa por voz

Em 2011, o primeiro assistente de voz funcional e com conexão por internet foi introduzido pela Apple: a Siri. Desde então, inúmeros outros assistentes de voz chegaram ao mercado, com avanços cada vez mais ricos na tecnologia.

A alta disponibilidade desses aparelhos e a comodidade do seu uso já os tornaram parte da rotina de grande parte das pessoas. Em uma pesquisa da Consultoria Ilumeo, com 1.100 brasileiros, foi verificado que 63% dos entrevistados afirmam considerar a busca por voz um hábito comum, com 48% do grupo total referindo utilizar comandos por voz ao menos uma vez por semana.

Já um levantamento do Google mapeou os hábitos de adultos e adolescentes ao usarem as pesquisas por voz. A pesquisa verificou que 55% dos adolescentes e 41% dos adultos utilizam a pesquisa por voz ao menos uma vez ao dia.

Confira outras constatações desse levantamento:

SEO para pesquisa por voz: tenha uma estratégia completa!

As pesquisas por voz têm mudado a forma de se pensar SEO para muitos tipos de conteúdo, mas não podemos nos esquecer que essa é somente outra forma que os usuários têm de fazer algo que já é antigo: buscar soluções úteis para seus problemas. 

Assim, o trabalho de melhorar seu SEO para pesquisas por voz precisa vir junto de outras ações já consolidadas de marketing digital, como a produção de conteúdo de qualidade, automações, entre outras. De nada adianta investir nesses esforços sem uma estratégia sólida que dê suporte e finalidade a seu SEO.

Para te ajudar com tudo isso, conte com a Eixo Digital. Somos uma agência focada em performance e uso de dados para trazer resultados a diversos tipos de negócios no digital. Clique e fale com um de nossos especialistas.

QUERO FALAR COM UM ESPECIALISTA

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]