A importância do vídeo marketing para o seu negócio

Marketing Digital - Tarcisio Boquady

Quando se pensa em Inbound marketing, marketing digital e marketing de conteúdo é praticamente impossível não considerar a inclusão do vídeo marketing na estratégia de sua marca nos dias de hoje. 

Saiba como implementá-lo em suas ações!

Mas o que é vídeo marketing? 

É uma estratégia que se baseia em conteúdos audiovisuais – em vídeos – que possui muita eficiência para atrair, converter e reter clientes para sua marca.  Considerando os mais recentes dados comportamentais levantados em relação a como o público se relaciona com a internet, o vídeo se destaca como um dos principais elementos que promovem engajamento e ações com mais facilidade. 

Vamos entender esse fenômeno: consumo de vídeos online no Brasil 

Em pesquisa apresentada pelo Google, o Brasil teve um crescimento de 135% no consumo de vídeos online entre 2014 e 2018. No Brasil o Youtube é a plataforma mais popular, sendo a mais acessada por 75% dos brasileiros que consomem vídeo online. E com o surgimento da pandemia, esse crescimento aumentou ainda mais: 80% da população brasileira passou a consumir vídeos online em 2020, segundo o estudo Inside Video realizado pela Kantar Ibope Media. Para se ter uma ideia, a média global foi de 65% no mesmo ano. 

Mas vídeo marketing gera conversão para a marca?

O State of Video Marketing em 2021 afirma que 94% das pessoas buscam vídeos para saber mais sobre um determinado produto ou serviço e que 79% das pessoas afirmaram que se convenceram de consumir determinado produto ou serviço após assistir a um vídeo relacionado.

De acordo com levantamento de Video Marketing em 2021 feito pela Biteable, 68% dos marqueteiros entrevistados afirmaram que, em 2020, vídeos foram extremamente importantes para as estratégias de marketing e que vídeos deram melhor retorno para os negócios do que investimentos no Google Ads, por exemplo. Além disso, 78% constataram que vídeo responde melhor que imagem estática nas redes.

Leia também:
O que é Inbound Marketing: estratégias, exemplos e como fazer!

O vídeo marketing contribui para o tráfego do seu site? 

Claro que o vídeo marketing não substitui outras estratégias de Inbound marketing, mas complementa de forma significativa. Por exemplo: páginas que possuem vídeos se destacam mais numa busca do Google, aumentando significativamente o tráfego no site da marca, tendo crescimento de até 157% nas buscas orgânicas. Impressionante! Você pode aplicar em vídeos do Youtube técnicas de SEO que são comuns a um texto de um site, por meio da descrição, marcações e título do vídeo. Além da grande exibição de vídeos nos resultados de buscas do Google, vale lembrar que as buscas dentro do Youtube são bastante relevantes para um consumidor chegar até uma marca. 

Citamos o Youtube por ser a plataforma de vídeo mais popular do Brasil, mas a valorização do vídeo tem crescido muito em redes como Facebook e Instagram. Nos últimos anos, foi constatado que conteúdos de vídeo postados no Facebook possuem mais alcance orgânico, comparados com texto, links e imagens estáticas. No Instagram não é diferente, tanto que cada vez mais formas de se publicar vídeos são implementadas: feed, stories, IGTV e Reels.  Lembre-se que o Facebook também recebe stories, vídeos curtos e longos no feed! E também não podemos esquecer do Twitter que recebe vídeos horizontais e verticais de até 2min20seg. 

Leia também:
Imagens que vendem: aprimorando sua estratégia nas redes sociais

ÓTIMO! Mas quais tipos de vídeos são interessantes para uma estratégia de marketing? 

A criatividade deve ser ilimitada no que tange a concepção de vídeos, mas vamos dar algumas sugestões mais recorrentes no vídeo marketing sobre os tipos de vídeo que são apresentados por uma marca: 

– Vídeo Educativo

Pensar em vídeos que falem sobre seu mercado de atuação, pode ajudar a criar necessidades em potenciais clientes para serviços que você oferece. Ajuda a gerar mais autoridade para a marca, conquistando mais credibilidade no mercado. Aqui, você pode fazer tutoriais, videoaulas, cursos onlines, etc. 

– Vídeo de Engajamento

Vídeos sobre determinados temas, baseados em perguntas frequentes ou questões associadas ao cotidiano ou conscientização. Tais vídeos ajudam a espalhar determinadas mensagens de interesse social, podendo ou não ter um caráter institucional, ajudando na notoriedade da sua marca. 

– Vídeo Comercial

Vídeos que apresentam storytelling capazes de influenciar o público a engajar na sua marca, consumir seu produto. É feito de forma mais humanizada e indireta, geralmente mostrando a experiência de um personagem. 

– Vídeo de Venda

Vídeos que demonstram um serviço ou um produto de forma direta para influenciar na decisão de consumo do cliente. 

– Lives

São eficazes por terem mais relevância nas plataformas, ou seja, são mais propagadas e notificadas, podendo ser bate-papo entre especialistas, lançamento de algum produto ou serviço, transmissão de evento, apresentação artística, palestras, etc. Aqui também pode ser realizado o webinar que são basicamente palestras virtuais com apresentações esquematizadas. 

Dicas para aprimorar seus vídeos 

Produzir um vídeo não é tão simples pois para que ele tenha eficiência nas redes, alguns fatores devem ser trabalhados e considerados.

– Direcionamento de plataformas

Com as diversas plataformas de vídeo, deve-se planejar exatamente para qual plataforma tal vídeo deve ser direcionado, pois o formato, enquadramento, duração, determinam quais equipamentos e formas de edição você pode recorrer. Por mais que pareça óbvio, essa definição de propósito otimiza bastante todo o processo. Com isso, você pode até aproveitar um único momento de filmagem e realizar diferentes vídeos para diferentes plataformas. Por exemplo, ao criar um vídeo horizontal longo para o Youtube, você pode pensar num enquadramento que também possa ser aproveitado numa versão vertical para o IGTV; pode gravar um vídeo vertical bem curto para os stories convidando o público para assistir a esses vídeos mais longos; pode editar um teaser quadrado ou Portrait ou horizontal, de até um minuto para o Feed; e ainda pode pensar num vídeo Reels bem dinâmico que apresente os principais tópicos desse vídeo longo, convidando para assisti-lo. 

– Formatos 

Vertical: proporção 9:16 – exemplos de resolução em pixels: 1080×1920, 720×1280

Horizontal (Wide): proporção 16:9 – exemplos de resolução em pixels: 3840×2160 (4K UHD), 1920×1080 (Full HD 2K), 1280×720 (HD)

Quadrado: proporção 1:1 – exemplo de resolução em pixel: 1080×1080 

Retrato (vertical específico APENAS para o feed do Instagram ou Facebook): proporção 4:5 – exemplo de resolução em pixel: 1.080 x 1.350

Paisagem (horizontal específico APENAS para o feed do Instagram – o wide também é aceito): proporção 1,91:1 – exemplo de resolução em pixel: 1.080 x 608

Principais aplicações: Vídeo vertical curto para stories ou reels ou TikTok, vídeo vertical ou horizontal longo para o IGTV, vídeo horizontal, paisagem, quadrado ou retrato de até um minuto para o feed, vídeo horizontal longo para o Youtube, Facebook ou Vimeo. 

– Planejamento 

Realizar um bom planejamento é fundamental para que se cumpra os objetivos. Por isso, é importante refletir sobre os objetivos e metas, realizar pautas, definir as palavras-chaves acerca dos vídeos, escrever roteiros, estabelecer CTAs. Pensar na linguagem do seu vídeo considerando público-alvo. 

–  Roteiro

Utilizar uma linguagem simples, clara e objetiva. Pensar em responder dúvidas frequentes de seu público-alvo, podendo recorrer às sugestões de buscas do Google, espaço que apresenta os assuntos mais procurados na plataforma. No jornalismo, utiliza-se muito a estratégia de funil invertido para criar textos, onde as principais informações são apresentadas logo no início, deixando os aprofundamentos e desdobramentos para depois. Essa estratégia se aplica muito bem ao vídeo pois é importante que você prenda a atenção do espectador logo de início e entregue respostas para que assim ele fique motivado a permanecer assistindo seu vídeo até o final. Ou seja, não enrole! Vá direto ao ponto! 

– Duração do vídeo 

Sabemos como as pessoas são ansiosas quando estão navegando, buscando informações na internet, então, deve-se pensar em vídeos curtos que sintetizam bem cada assunto. Dessa forma, você consegue alcançar boas métricas fazendo seu espectador assistir seu vídeo até o final. Claro que alguns assuntos precisam ser abordados de forma aprofundadas, dessa forma, pode ser interessante fragmentar em vários vídeos, criando minisséries sobre cada assunto. Isso promove fidelização para o seu canal ou rede. 

– Capas e Thumbnails

Confeccionar capas ou imagens estáticas para o vídeo é sempre um atrativo a mais e ajuda a deixar o seu canal ou feed mais alinhado com a identidade visual, passando uma boa imagem de planejamento e organização para sua marca. 

– CTAs e Interações

Promover interações nos seus vídeos, seja solicitando comentários, curtidas e compartilhamentos ou pedindo sugestões. Isso é um recurso de humanização e ajuda a propagar mais o conteúdo pois as plataformas geralmente divulgam mais conteúdos que carregam mais respostas e interações. Lembre-se de monitorar os comentários e principalmente respondê-los! Quanto mais respostas, mais interações, logo mais disseminação do seu conteúdo, mantendo-o quente. Pode-se gerar muitos leads por meio dessas interações. 

– Incorporação

É altamente recomendável incorporar os vídeos em seus sites, blogs, etc.  Quanto maior a divulgação, maior a chance de ranqueamento no Youtube.  

– Equipamento e equipe especializada

Se houver possibilidade de investir em bons equipamentos, softwares e equipe especializada para produção de vídeo, INVISTA. Pois tudo indica ser um caminho sem volta. Porém, é possível realizar bons vídeos apenas com um celular e um aplicativos no próprio celular. Então, não espere para começar pois é necessária muita prática para se desenvolver bons vídeos. Como estímulo, vale lembrar que na internet existem vídeos mundialmente viralizados que foram feitos com celular de péssima qualidade, e vídeos de altíssimo nível de produção que foram visualizados apenas pelos amigos do proprietário da marca. A criatividade acontece em qualquer meio. 

Leia também:
Plano de marketing 2021: arrumando a casa

Pratique seu vídeo marketing! 

O vídeo humaniza e aproxima ainda mais o consumidor da marca. As pessoas absorvem mais os discursos quando veem outra pessoa falando. Por isso, o vídeo possui todo esse potencial por apresentar uma linguagem clara e objetiva, que desperta reações e emoções de imediato, captando nossos principais sentidos de uma só vez – a visão por meio das imagens e a audição por meio do som – criando uma ótima alquimia para conseguir prender ainda mais a tão disputada atenção do consumidor. Com isso, se torna um queridinho por funcionar em diversos dispositivos e plataformas, ser mais propagado pelos algoritmos, obtendo melhor ranqueamento, promovendo mais engajamento, aumentando as chances de conversão. Mas o vídeo é um queridão mesmo por facilitar o entrelaçamento afetivo da marca com o cliente, proporcionando mais confiabilidade na marca, impactando diretamente na decisão de compra.

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]