Marketing

Site Não Aparece no Google (como resolver)!

Foto do autor

Por:

eixo

Você não economizou no investimento e construiu um lindo site para sua clínica, laboratório ou hospital, mas quando procura por ele no Google, nada dele aparecer? Ou, então, quando pesquisa por temas relativos às especialidades do seu negócio, também não encontra ou encontra muito mal ranqueado em comparação com seus concorrentes?

Se você se identifica com essas situações, saiba que não é implicância do Google com seu site. Existem razões bem concretas para isso, que seus concorrentes já estão atentos, mas você não.

Neste artigo a gente te mostra 3 motivos por que seu site não aparece no Google e o que fazer para resolver isso. 

Ah, e caso você prefira consumir este conteúdo em vídeo, basta clicar aqui!

Site não aparece no Google: isso é um grande problema!

Não ter um site é um dos piores erros estratégicos que donos e gestores de negócios da saúde podem cometer hoje em dia. Afinal, os pacientes estão no digital e é lá que pesquisam sobre temas da saúde, antes de tomar uma decisão de procurar um médico.

Mas não basta só ter um site. Sites com mau desempenho também podem gerar inúmeros prejuízos para clínicas, laboratórios e hospitais, como:

  • Perda de visibilidade: Se o site da sua clínica não aparecer na primeira página de resultados do Google, a chance de que potenciais pacientes te encontrem é muito baixa, o que resulta em perda de visibilidade e de oportunidades de agendamento.
  • Prejuízo na reputação: Um site com mau desempenho, cheio de erros, lentidão e problemas de segurança, pode causar uma má impressão aos usuários, gerar desconfiança e comprometer a reputação da marca.
  • Perda de pacientes: Se o site da clínica médica não for otimizado para as pesquisas locais, potenciais pacientes podem não encontrar a clínica quando buscarem por serviços de saúde na região e isso resultar na perda de pacientes para a concorrência que está fazendo o “dever de casa”.
  • Perda de autoridade: Um site com mau desempenho e pouco ranqueado no Google pode não ser considerado uma autoridade no assunto, o que pode fazer com que pacientes em potencial procurem informações e serviços em outras clínicas.

Saiba mais

Site para clínicas e consultórios: como fazer? Por onde começar?

Como criar um projeto de marketing médico?

Guia prático para vídeos virais no Reels, TikTok e Shorts!

Por que seu site não aparece (bem ranqueado) no Google

Para entender por que seu site não aparece no Google, é preciso olhar para ele como se fosse um organismo vivo. Isso mesmo!

Assim como o corpo humano é composto de inúmeros órgãos e tecidos, que funcionam em conjunto para garantir seu bom funcionamento no dia a dia, seu site funciona da mesma forma. A diferença é que, em vez de órgãos, o que conta aqui são os chamados “fatores de ranqueamento do Google”.

Mas falando especificamente dos fatores que acreditamos estarem impedindo seu site de ranquear bem no Google, podemos listar:

  1. Indexação: a medula espinhal

O código de programação do seu site é como se fosse a medula espinhal dele. São essas linhas que conectam e permitem a comunicação entre todas as páginas e elementos do seu site.

Dentro da programação, um detalhe é muito importante: os conteúdos contidos nele – páginas, artigos de Blog, formulários, entre outros – precisam ser indexados pelo Google para que o buscador os reconheça e possa mostrá-los para os usuários.

Nesse sentido, surge um elemento fundamental: a tag “noindex”. Quando essa tag não está configurada corretamente, isso sinaliza ao Google que não é para indexar essas páginas. Resultado: é como se seus conteúdos não existissem.

Para saber mais sobre a arquitetura do seu site, os problemas relacionados a isso e conhecer dicas de como corrigir, confira este outro conteúdo.

  1. Velocidade do site: as sinapses

Um segundo fator que pode estar te afastando das primeiras posições do Google é a velocidade do seu site. E aqui é como se a gente estivesse olhando para a velocidade das sinapses do cérebro

Você bem sabe que elas precisam ser rápidas para que o corpo execute plenamente as funções determinadas pelo cérebro. E para o Google é a mesma coisa!

Se seu site está lento, é possível que a gigante de buscas nem olhe para ele e prefira dar preferência a mostrar o site de outra clínica do mesmo segmento, que entregue aos usuários as informações que procuram de forma mais rápida.

Para entender melhor esse problema e conhecer dicas de como corrigir isso, você pode acessar este outro conteúdo.

  1. Conteúdo: o coração

>>> Veja também: Recepção de Clínicas: Como Treinar Seu Time

>>> Veja também: Como aparecer no Google? Guia prático

>>> Veja também: Pirâmide de Chet Holmes: Como Aplicar no Seu Marketing

Aqui chegamos ao coração de qualquer site: o conteúdo! Se há um fator que o Google considera o mais importante para qualificar um site como bom ou ruim, esse fator são seus conteúdos.

Se o conteúdo do seu site é superficial, pouco informativo, difícil de ler e de entender ou, pior, se foi copiado de outro site, o algoritmo do buscador pode punir seu domínio, jogando seu posicionamento lá para as últimas posições. De onde é difícil sair, viu!

Para aprender como produzir conteúdos de qualidade, para que seu site seja visto pelo Google como uma fonte de informações úteis para as pessoas, confira este outro conteúdo.

Para entender mais a fundo esses e outros fatores de ranqueamento, no vídeo abaixo o CEO da Eixo Digital, Rapha Caitano, fala mais sobre eles:

——————————–

Somos a Agência Eixo Digital, especialistas em gerar oportunidades para empresas da saúde há quase 10 anos. Caso você queira conversar e saber como podemos ajudar seu negócio, acesse nosso site para saber mais ou clique no link abaixo para receber um contato de nossos especialistas.

Quero saber mais!

Posts Recentes



Posts Recomendados



selo rd station 1 selo rd station 2 selo google selo rd station 3 selo rd station platinum
logo
instagram facebook linkedin pinterest youtube

Conteúdos