Site para clínicas ou consultórios: como fazer? Por onde começar?

Marketing Médico - Daniel Dias

Dentro de uma estratégia sólida de marketing, o site é o ponto central das ações!

Esse espaço digital pertence exclusivamente à marca, o que lhe dá total flexibilidade e autonomia de ações, diferentemente das plataformas digitais, como Instagram, Facebook e Youtube, em que empresas proprietárias podem alterar as regras a qualquer momento.

Em um site para clínicas e consultórios, é possível promover ações de agendamento de consultas, exames e procedimentos; dar visibilidade à marca e aos serviços; ser usado como destino de anúncios e landing pages, entre muitas outras possibilidades.

Mas o que é mais importante ter em mente na hora de desenvolver o site da sua clínica? Por onde começar? 

Nas próximas linhas, você encontra essas e muitas outras informações!

O que um site para clínicas ou consultórios precisa ter?

1. As informações mais importantes para seu paciente

Antes de tudo, é fundamental ter em mente que o site é para o seu paciente

Então, para construir um espaço digital que realmente gere resultados e oportunidades para sua marca, é importante pensar no que o seu paciente precisa e quer ver no seu site.

Em geral, pacientes buscam informações como:

Informações sobre serviços e profissionais

O site é uma grande vitrine do que é oferecido por sua clínica. Assim, ao visitar o seu site, os pacientes querem encontrar informações sobre os tratamentos, procedimentos ou exames que sua clínica realiza, ou mesmo sobre as especialidades e seus respectivos especialistas.

Busque oferecer essas informações de forma clara e organizada em seu site, para que o paciente tenha acesso ao que procura sem dificuldade, facilitando sua decisão de agendar.

Além disso, um site com uma boa “arquitetura de informções” também é mais valorizado pelo Google, gerando maior destaque nos resultados das buscas que seus pacientes fazem.

Informações úteis

O site é o grande centralizador das informações relativas a sua clínica ou consultório, sendo lá provavelmente o primeiro lugar onde seus pacientes irão buscar informações úteis, como telefones de contato, endereço, e-mail, unidades (caso haja), horários de atendimento e convênios atendidos.

Procure deixá-las em destaque no site e de forma interativa, para facilitar o acesso e direcionar uma ação.

💡 Exemplo: quando o paciente clicar no telefone de contato, ele pode ser direcionado para o discador do celular para fazer uma ligação ou entrar direto no WhatsApp para falar com sua equipe de atendimento.

Blog com artigos sobre seu segmento

Ter um blog no site de sua clínica ou consultório é uma das estratégias mais baratas e eficientes para atrair mais visitantes.

Os conteúdos do blog funcionam como “iscas” que irão atrair para o seu site as pessoas interessadas pelos temas relacionados à sua área, já que serão os artigos do seu blog que irão aparecer nos resultados do Google, quando alguém fizer uma pesquisa sobre esse assunto.

Um estudo mostrou que 94,4% dos brasileiros costumam buscar informações na internet sobre saúde. Por isso, pense nas dúvidas comuns que seus pacientes perguntam em consultório e as organize. Essas dúvidas servirão como pautas para seus artigos.

Com esse recurso você terá a oportunidade de oferecer as informações que eles pesquisam, posicionando sua clínica ou consultório como autoridade perante o público, além de atrair pessoas que podem se tornar pacientes.

Os artigos de blog estão entre as principais ferramentas do inbound marketing: a melhor metodologia para a área da saúde. Confira neste artigo como conquistar mais pacientes com o inbound marketing para a área médica! 

Um formulário de agendamento online

Esse espaço irá funcionar como um pré-agendamento disponível 24h por dia, 7 dias por semana, que traz facilidade e agilidade para o paciente, além de desafogar sua equipe de atendimento.

Além disso, ter uma área de agendamento em seu site abre possibilidades de ações de direcionamento de pacientes para essa página de seu site.

Nesse formulário, é importante que existam campos do tipo:

  • Nome.
  • Telefone para contato.
  • Unidade desejada (caso haja mais de uma).
  • Se é particular ou convênio.
  • Horário ou turno de preferência para o agendamento.

Depois, sua equipe tem acesso a essas informações e pode ligar para o paciente para finalizar o agendamento.

Só tome cuidado para não exagerar nos campos de pergunta, pois isso pode acabar desestimulando os pacientes a preencher seu formulário.

🚨 É importante que você se atente às regras e restrições para a publicidade médica. Saiba o que é (ou não) permitido fazer no marketing médico, acessando este artigo!

Links para as redes sociais 

As redes sociais (especialmente o Instagram) são um recurso muito importante dentro de uma estratégia de marketing, tanto como ferramenta de relacionamento quanto de conversão (contatos, agendamentos, cadastros).

Além disso, pacientes também buscam as redes sociais para tirar dúvidas rápidas e conseguir mais informações de forma objetiva. 

Por isso, não se esqueça de incluir, de forma clara e fácil em seu site, botões e links de acesso a todas as mídias sociais que sua clínica possuir.

Aprenda, neste artigo, como usar o Instagram em seu marketing médico, atraindo pacientes, gerando autoridade e melhorando seu posicionamento no mercado!

Informações sobre o corpo clínico

Caso sua clínica tenha um time fixo de profissionais, ou mesmo que você seja o único médico do consultório, é um fator importante de autoridade e geração de confiança constar em seu site informações sobre o corpo clínico, de preferência com fotos, dados sobre sua formação e experiência na área.

Na área da saúde, a sensação de segurança e familiaridade é algo relevante para a decisão de muitas pessoas. E conhecer melhor quem são os profissionais com quem irá se consultar ou (mais ainda) fará um procedimento ou cirurgia, pode ser o gatilho que faltava para fazer um agendamento.

💡Mas atenção: você não está apresentando o currículo para um colega da saúde, mas para um paciente. Então, inclua somente o que é relevante, em uma linguagem acessível. Essas informações devem ser úteis e atrativas para o paciente. 

Quer atrair mais pacientes por meio da internet? O guia completo para isso você encontra na nossa Revista Transformação Digital na Saúde, que é gratuita. Baixe aqui ou clicando na imagem abaixo!

2. Um endereço fácil de lembrar e de identificar

A escolha de um bom nome (também chamado de URL ou domínio) para seu site vai fazer com que ele seja mais facilmente assimilado (e lembrado) pelos seus pacientes, além de torná-lo mais “encontrável”. 

Por exemplo, é muito mais fácil digitar e lembrar de “www.dermatosp.com.br” do que “www.clinicadedermatotologianocentrodesaopaulo.com.br”.

Caso o nome da sua clínica ou consultório seja muito grande, tente utilizar uma sigla ou a palavra mais marcante no endereço do site, em vez do nome completo.

É importante conferir se já não existe outro site com o nome que você pretende usar, ok?

Neste artigo do Sebrae, você encontra informações sobre como registrar seu site.

Quer conhecer o potencial de um site para gerar oportunidades na área da saúde? Então veja como fizemos o site desta clínica sair de 0 para mais de 300 pedidos de exames por mês!

3. Uma boa hospedagem

Definidas as informações que seu site precisa ter e já tendo escolhido um bom nome, que não pertença a nenhuma outra empresa, outro ponto importante de se preocupar é com a questão da hospedagem.

Isso mesmo, seu site precisa desse tipo de servidor que irá hospedá-lo e torná-lo acessível 24h por dia para as pessoas na internet, de qualquer lugar do mundo.

Nesse tipo de serviço, existem as chamadas hospedagens compartilhadas ou dedicadas. 

No modelo compartilhado, são concentrados muitos sites num mesmo local, dividindo o mesmo serviço, o que costuma torná-los lentos.

Já nas hospedagens dedicadas, os recursos se destinam exclusivamente para seu site, ele fica mais rápido, gerando uma melhor experiência para seus visitantes. 

Algumas boas opções de hospedagens para sites são HostGator e KingHost.

Como vimos, a hospedagem influencia no desempenho do seu site. Confira neste artigo como é feita a análise de desempenho de um site e quais cuidados tomar!

4. Uma boa plataforma

Todo site é construído dentro de uma plataforma. E hoje existem várias: algumas gratuitas, outras pagas.

Existem plataformas onde você pode fazer o seu site do zero, ou utilizar modelos prontos, mas que são mais limitadas, não permitindo que você administre livremente o seu site.

O recomendado é fazer um site em plataformas que tenham mais flexibilidade e permitam, por exemplo, gerenciar e atualizar o conteúdo sem limitações. São as chamadas plataformas CMS, que vêm do inglês Content Management System, significando Sistema de Gestão de Conteúdo.

Em plataformas desse tipo, é possível modificar o site de acordo com a necessidade (mudança de corpo clínico, telefone ou endereço), sem dificuldades.

Uma das CMS mais conhecidas e indicadas no mundo é o WordPress.

No vídeo abaixo, o CEO da Eixo Digital, Rapha Caitano, traz dicas preciosas sobre os pontos mais importantes de um site para clínicas. Clique na imagem para assistir:

5. Cuidado com o SEO

Com todos os pontos anteriores observados, um cuidado adicional – mas fundamental – não pode ser esquecido: o SEO.

Para ter resultados reais e atrair mais pacientes, é preciso que o seu site também apareça no Google, quando os pacientes pesquisarem sobre algo relacionado à sua clínica ou consultório. 

E para que o Google reconheça seu site como relevante e dê mais destaque a ele nos resultados de pesquisa, alguns cuidados são fundamentais.

O SEO – que traduzido seria otimização para mecanismos de busca – é um conjunto de técnicas e modificações que podem ser feitas tanto na estrutura quanto no conteúdo do site.

Quer conhecer mais sobre o tema? Então confira o artigo O que é SEO? Guia simplificado para qualquer um entender!

Não basta só colocar o site no ar!

Seguindo as dicas e informações deste artigo, certamente você já tem em mãos os pontos mais importantes para ter um bom site para clínicas ou consultórios. Porém, apenas ter um site não basta.

Para conseguir alcançar os resultados que você deseja, gerando mais visibilidade e posicionamento para sua marca e atraindo mais pacientes, o seu site precisa ser parte de uma ação estratégia maior de marketing.

Caso você queira ter um time de especialistas trabalhando pelo sucesso de seu negócio, conte com a Eixo Digital.

Estamos há mais de 7 anos no segmento do marketing médico e já ajudamos diversas empresas e profissionais a alcançarem o próximo nível em seus resultados, por meio do digital.

Clique e confira alguns dos nossos cases de sucesso!

Nós podemos fazer o site da sua clínica ou consultório do zero, da forma correta, já pensado para oferecer uma boa experiência para o seu paciente e com foco em gerar mais contatos e agendamentos. 

Nossos especialistas estão disponíveis para conversar com você. Clique no link abaixo.

QUERO FALAR COM UM ESPECIALISTA DA EIXO DIGITAL

Quer continuar aprendendo como ter mais resultados com marketing médico? Confira neste link outros artigos sobre esse assunto e siga também nosso perfil no Instagram, 100% dedicado ao Marketing Médico.

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]