Estratégias de Marketing de Conteúdo para 2022

Marketing de Conteúdo - Raphael Caitano

A estratégia de marketing de conteúdo não significa apenas criar um blog, produzir os conteúdos e distribuir nas mídias para conquistar tráfego. A importância do conteúdo para uma marca está em construir uma estratégia específica, planejada e completa de conteúdo. É a partir disso que se alcançam resultados realmente satisfatórios.

Como temos o costume de dizer aqui na Eixo Digital, aliar a produção de conteúdo em estratégias de marketing já não é mais um diferencial, é uma obrigação para qualquer empreendedor que queira realmente ter sucesso. No entanto, não basta apenas fazer, é necessário ter objetivos claros e bem definidos.

Acompanhe no artigo a seguir, a importância de elaborar uma estratégia de marketing de conteúdo.

Boa leitura!

Por que a estratégia de marketing de conteúdo é importante?

É simples: produzir conteúdos desenfreadamente, sem planejamento e estruturação, não vai te permitir mensurar e melhorar seus resultados. Fica fácil perder o controle do que está sendo produzido, o que dificulta avaliar se os seus conteúdos estão realmente sendo efetivos para fazer a sua marca decolar.

Aplicando o pensamento estratégico no Marketing de Conteúdo, da maneira que deve ser, é possível mensurar exatamente os pontos onde há a maior presença de erros, os pontos onde há predominância de acertos, aquilo que deve ser melhorado, aquilo que deve ser mantido, e assim por diante, por exemplo.

Mas como, então, executar o Marketing de Conteúdo de forma estratégica? Confira a seguir.

Na nossa página de categoria para Marketing de Conteúdo você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre o assunto em um só lugar. Acesse aqui.

Como atrair pacientes com marketing de conteúdo para médicos?

Raphael Caitano, CEO da Eixo Digital, apresenta no vídeo como criar uma estratégia de conteúdo com o objetivo de atrair novos pacientes para o seu negócio.

Como criar uma estratégia de marketing de conteúdo?

1. Trace objetivos claros e bem definidos

A princípio pode parecer redundante, mas quando falamos em objetivos claros e bem definidos, estamos querendo dizer que é importante saber exatamente qual a função de cada conteúdo e quais são as maneiras que eles serão desenvolvidos.

Isso significa estruturar a sua produção de conteúdo com base em questões como:

  • O que se espera alcançar por meio deste material?
  • Que tipo de conversão espera-se obter neste conteúdo?
  • Como será desenvolvido cada conteúdo?
  • Qual será a linguagem?
  • Para quem é este conteúdo?
  • Para qual etapa da jornada de compra?
  • Em quais canais o conteúdo será distribuído?
  • Caso seja distribuído na Fan Page do Facebook ou no Perfil do Instagram, qual valor será investido no impulsionamento?
  • Quais são as ofertas deste conteúdo?
  • Para quais leads estou produzindo?

É super importante saber o porquê de cada coisa, o porquê da linguagem/abordagem utilizada, o porquê de determinado tema, o porquê de determinadas palavras-chave, etc.

2. Planeje melhor as pautas do seu conteúdo

Além de tudo isso, também temos as questões técnicas quanto ao formato e a estrutura do conteúdo, quer dizer, ao elaborar o planejamento de conteúdo, é essencial mapear todas as informações importantes nas pautas, como:

  • Persona;
  • Formato: artigo, e-book, infográfico, whitepaper ou outras iscas digitais;
  • Palavras-chave;
  • CTA;
  • Etapa da jornada de compra;
  • Title e meta description;
  • Páginas de destino, etc.

Todas essas informações são de suma importância para uma estratégia de marketing de conteúdo bem definida, pois o trabalho torna-se cada vez mais profissional e as métricas tornam-se cada vez mais claras, atingíveis e mensuráveis.

Marketing de Conteúdo: aprenda de forma prática o que é e como fazer

5 passos para elaborar uma boa estratégia de marketing de conteúdo

  1. Realize a pesquisa de palavras-chave em ferramentas online, como SEMRush, Ubersuggest, Google Keyword Planner, Google Trends, entre outras;
  2. Alinhe os termos de busca no conteúdo nas campanhas de mídia paga (Google Ads) da sua empresa, dessa forma o seu site será encontrado de forma paga e orgânica;
  3. Tenha as jornadas de compra bem definidas para saber exatamente que tipo de conteúdo produzir;
  4. Saiba as metas de conversão para definir quais CTAs utilizar em seu conteúdo;
  5. Mapeie detalhadamente a sua persona envolvendo seus dados demográficos, suas dores, metas, objetivos, abordagem de vendas, identificadores chave, e assim por diante.

Ao fazer tudo isso com maestria, automaticamente será perceptível a grande diferença e a enorme evolução que a sua estratégia de marketing de conteúdo terá.

Serão nítidas as diferenças entre uma estratégia de marketing de conteúdo profissional, relevante e que entregue exatamente o conteúdo que seu público de interesse precisa, de um conteúdo superficial, mal desenvolvido, e completamente sem estratégia.

Ebook de Inbound Marketing

Ficou com dúvidas em algum termo ou assunto trabalhado neste conteúdo? Estes outros artigos podem te ajudar:

Como construir a Jornada de Compra do seu cliente?

Palavras-chave: o que são e como usá-las na prática?

Persona: o que é e o segredo para criar uma ideal para a uma marca

7 TOP Ferramentas para Pesquisa de Palavras-chave

Dor do cliente: 7 perguntas simples para identificar na prática

[fbcomments width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]