Como usar o Google Data Studio de forma útil? 5 passos fáceis

Analisar estratégias de marketing digital é uma tarefa complicada no seu dia a dia? Fica perdido no meio das informações e não sabe ao certo o que analisar ou por onde começar? Então, saber como usar o Google Data Studio é um conhecimento essencial para o seu trabalho!

Isso porque ele reúne os principais dados e informações sobre as suas ações em um só lugar.

Assim, você consegue visualizar os seus resultados mais facilmente, de forma mais rápida e prática, além de saber se as suas campanhas online estão realmente sendo efetivas ou não.

E até o próprio Google reconhece a importância da análise de dados: segundo uma pesquisa realizada por eles, mais da metade dos líderes de marketing do mundo todo (56%) defendem que decisões feitas com base em dados são superiores àquelas feitas por mera experiência ou instinto.

Gostou? Quer aprender a como usar o Google Data Studio e começar a impulsionar o seu negócio? Continue lendo este artigo.

O que é e quais as vantagens do Google Data Studio?

O Data Studio é uma plataforma do próprio Google que gera relatórios e dashboards informativos sobre as suas estratégias de marketing digital.

E o melhor: conta com uma versão gratuita para empresas de pequeno ou médio porte.

Com todos os recursos da ferramenta é possível acompanhar mais de perto e em tempo real as suas ações e campanhas online.

Isso significa que você terá na sua tela os principais dados e informações necessárias para o seu negócio, de forma clara e visível, prontas para serem analisadas e usadas para melhorar as suas estratégias.  

Além disso, se houver alguma mudança no seu marketing digital ou acontecer algum problema, você vai poder resolver tudo de forma muito mais rápida, prática, dinâmica e sem muitos prejuízos.

Uma grande vantagem também é que todo o painel é personalizável. Você pode adaptá-lo de acordo com o contexto e as necessidades do seu negócio.

Para acessar a plataforma, basta ir em https://www.google.com/analytics/data-studio e conectar-se com uma conta do Google.

Aprenda a como usar o Google Data Studio de forma útil para o seu negócio!

google-data-studio-2

1 – Coloque informações realmente relevantes para a sua empresa

Essa é uma dica essencial para a criação de qualquer dashboard ou relatório.

Você precisa selecionar bem as informações que irão aparecer para você, priorizando aquelas que forem mais importantes para o seu negócio no momento.

É relevante, por exemplo, visualizar os resultados de campanhas muito antigas? Não seria melhor colocar apenas os dados das suas ações que ainda estão ativas?

Isso vai fazer com que você tenha uma visão mais simplificada, útil e direcionada para aquilo que realmente importa na sua gestão.

#FalaDoEspecialista

Como montar um dashboard?

2 – Integre com fontes de dados

Um ponto forte do Data Studio é que você pode importar dados de outras ferramentas do Google. Então, utilize esse recurso a seu favor.

Você pode, por exemplo, integrar a ferramenta com suas contas no Google Ads, Google Analytics, Google Sheets (para pegar dados de anúncios no Facebook, por exemplo) ou BigQuery (ferramenta para lidar com grandes dados).

A partir daí você vai ter diversos dados de várias fontes do Google em um lugar só.

Além disso, também é possível importar informações de outras plataformas de BI (Business Inteligence) fora do Google, desde uma simples planilha do Excel até de ferramentas como MySQL e PostgreSQL.

google-data-studio-1

Leia também:

Como integrar Google Analytics, Search Console, Google Ads

3 – Personalize os seus relatórios

Como viu, o Google Data Studio é totalmente personalizável de acordo com o seu negócio. E isso é fundamental para que você possa aproveitar os benefícios da ferramenta.

A forma como os seus dados aparecem para você podem impactar diretamente na sua visualização, interpretação e análise.

Por isso, separamos algumas dicas essenciais:

  • Use diversos tipos de gráficos, mapas e tabelas: linhas, barras, pizza, gráficos de área, bolhas ou de bala (que servem para você visualizar como está o seu progresso em relação ao seu objetivo principal). Também é possível utilizar mapas geográficos e de calor (o que permite, por exemplo, que você consiga identificar facilmente mudanças bruscas nas suas ações). E não se esqueça de aproveitar para usar também tabelas dinâmicas e organizadas por página.
  • Aplique filtros de visualização: é possível filtrar por localidade e período de tempo. Assim, se você quiser visualizar os dados das suas campanhas em uma certa região, ou somente nos últimos 3 meses, você consegue.
  • Trabalhe com cores: na ferramenta, você consegue aplicar temas e estilos diferentes, como desejar. É possível, inclusive, selecionar uma marca específica e modificar os dados com cores que a representem, para que você possa apresentar um relatório mais personalizado para um cliente, por exemplo. Mas atenção: tome cuidado para selecionar tons que não dificultem a visualização de dados.

4 – Compartilhe com a sua equipe e cliente

Aqui está uma grande utilidade do Data Studio. Nele, você consegue compartilhar todos os seus relatórios com quem quiser, seja a sua própria equipe ou até mesmo com um cliente.

E a lógica funciona parecida com o Google Drive, o que facilita muito todo o processo.

Para compartilhar e permitir que uma pessoa acesse um documento (seja para visualizar apenas, comentar ou editar), é só ir na parte “compartilhar” e digitar o gmail do membro.

Ao fazer isso, você integra quem precisa ter acesso ao relatório em um só lugar, fazendo com que todos estejam analisando e trabalhando em cima da mesma fonte de dados.

Pode confiar: isso aumenta a produtividade da equipe e oferece uma análise de resultados bem mais rápida.

Você está colhendo resultados com sua estratégia de marketing?

5 – Analise bem os dados e informações

O Google Data Studio só será útil para o seu negócio se você souber fazer uma boa análise dos dados do seu relatório.

Concentre-se naquelas informações que te ajudarão, de fato, na tomada de decisão.

Uma boa interpretação dos relatórios te dará cada vez mais insights de como você pode potencializar o seu trabalho.

É importante que você esteja sempre em busca dos pontos fortes e fracos da sua estratégia, aspectos a se melhorar e a ações que demandam um maior investimento.

E, claro, não esqueça de definir métricas e KPIs para direcioná-lo nessa análise, certo? Essa é uma dica indispensável.

Saiba mais em:

10 KPIs que todo gerente de marketing deve acompanhar já

Gostou do conteúdo? Então ajude a fazer com que ele chegue a mais pessoas e possa ser útil no dia a dia do trabalho de outros profissionais do marketing digital. #Compartilhe nas suas redes sociais!

Quer saber como fazer relatório de Marketing Digital para apresentar os resultados das suas estratégias? Então confira este artigo:

Como fazer relatório de Marketing Digital?

cta-ebook-contratei-uma-agencia-e-agora-eixo-digital
Baixe o E-Book “Contratei uma Agência: e agora?” e saiba como acompanhar o seu Marketing Digital!

Comentários