Como escrever um post de blog na prática? Checklist de sucesso

Marketing de Conteúdo - Josué Cardoso

Quiz rápido. Com qual das dúvidas abaixo você mais se identifica?

  1. Como escrever para um blog?
  2. Qual o tamanho ideal de um blog post?
  3. Como definir as pautas de um blog post?
  4. Como ter resultados com um blog post?

Se você se identificou com todas as questões, bem vindo ao time! 

Escrever um conteúdo relevante, que gere mais tráfego para o seu blog não é uma tarefa tão simples quanto parece, não é mesmo? 

CTA’s, gatilhos mentais e palavras-chave. Tudo isso na confusão de informações que é a internet.

Quando eu comecei a escrever conteúdo para blogs, entrei em contato com tantas recomendações, artigos e técnicas de conversão que na hora de escrever de verdade, não sabia como começar. O problema: muito conhecimento abstrato, pouca informação prática organizada.

Para te ajudar nessa missão, vou te mostrar um checklist do que é essencial, na prática, para você começar a escrever um post de blog.

Antes de começarmos, é importante lembrar que cada escritor e cada marca tem a sua voz. A ideia aqui não é entrar em detalhes de linguagem e retórica, mas fornecer uma estrutura básica que funcione para qualquer copywriter, independentemente do seu estilo pessoal. Afinal de contas, como diz o ditado popular, menos é mais. 

Vamos nessa!

 

Definição de pauta

Definir uma pauta é o primeiro passo antes de escrever. Mas calma! Não é só chegar lá, escolher sobre o que você está a fim de falar e pronto. Para acertar na escolha da pauta, é necessário pesquisar e entender o seu público. 

O objetivo nessa etapa é compreender os problemas e anseios do seu público para poder oferecer conteúdos que os solucionem. Não há artigo mais assertivo do que aquele que decifra para o leitor uma adversidade pela qual ele está passando. 

Existem diversas ferramentas que podem ser utilizadas para descobrir as demandas de pauta do seu público. SEMrush, Google Trends e Buzzsumo, por exemplo, fornecem informações de busca para palavras-chave no mundo inteiro. 

Além disso, acompanhar os comentários em seu blog/site, ou no dos concorrentes, é uma boa maneira de obter o feedback do público e criar novas pautas baseadas nisso. 

 

Definição de títulos

Título ruim é tiro no pé. Não importa se você escreveu o artigo mais brilhante da internet; se o título for ruim, ninguém vai clicar para ler. 

Neil Patel, conhecido como guru do marketing digital, sugere três regras básicas para garantir que seu título tenha impacto:

  1. Seja superespecífico. Use números em seu título e evite palavras ambíguas.
  2. Flerte, não releve sua solução completa. Se você mostrar sua solução logo no início, não vai haver incentivo para continuar lendo. Mas lembre-se que há uma diferença sutil entre um título que provoca curiosidade e um clickbait (caça-clique) desesperado.
  3. Apele aos sentidos para provocar uma resposta emocional. Estudos apontam que nós tomamos decisões baseados em emoções, e apelamos à lógica somente para justificá-las.

Além dessas dicas, vale ressaltar: defina seus títulos com base em palavras-chave relevantes para o seu público. E mais: cuidado com o tamanho. É fundamental que o título seja exibido por completo nas ferramentas de busca, como o Google.

Na nossa página de categoria para Marketing de Conteúdo você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre o assunto em um só lugar. Acesse aqui.

 

Primeiro parágrafo do artigo

A abertura do post tem a função de ganhar a atenção do leitor, iniciar um diálogo pessoal e introduzi-lo ao tema do artigo. 

Dentre os formatos mais utilizados, você pode abrir o texto com uma pergunta, citação ou mostrar estatísticas que impressionem, por exemplo. De qualquer maneira, tenha sempre em mente o objetivo de conquistar logo de cara, para que a pessoa leia o post até o final. 

É importante abrir o texto de maneira acolhedora. Se possível, conte uma história, ganhe simpatia e mostre que você está ali para ajudar. Feito isso, introduza a pauta principal.

 

Desenvolvendo o tema 

O desenvolvimento é onde a entrega acontece. Por isso mesmo é o estágio que requer mais tempo e argumentação. 

Até aqui você despertou o interesse, ganhou a atenção e criou expectativas no seu leitor. Para atender a demanda, é FUNDAMENTAL discorrer a respeito do tema utilizando a emoção e também a lógica. 

O desenvolvimento deve ser a parte mais sóbria e concisa do seu post. 

Cite dados, estatísticas, mostre ferramentas, dê exemplos, repita, se necessário.

Um artigo tem em média de 600 a 1000 palavras, mas não se preocupe com o tamanho. O mais importante é ser claro e fornecer argumentos suficientes para instruir o leitor quanto ao objetivo da pauta.

Leia também:

Ferramentas de Marketing Digital: lista completa para DIVERSAS ÁREAS!

Conclusão

Na hora de fechar o texto, ressalte a mensagem principal e direcione o leitor a uma ação.

É importante lembrar que na conclusão, assim como na abertura, existe mais espaço para o diálogo pessoal. Portanto, seja inspirador. 

Esse é o momento certo para inserir CTA’s (Call To Action), e motivar seu leitor a utilizar as soluções que você acabou de apresentar no artigo. Dê a ele uma razão para agir.

Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer isso, CLIQUE AQUI  para conversar com nossos especialistas e aprender a implementar estratégias de Inbound Marketing na sua empresa. (Isso é um CTA, por exemplo)

 

Como melhorar os resultados do seu blog?

Mesmo que você siga todos os passos acima e escreva o post perfeito, ainda é necessário seguir algumas práticas na hora da publicação para melhorar os resultados de conversão e tráfego no seu blog.

Links Internos

Os links internos são aqueles que direcionam o leitor para uma página relacionada do mesmo site, ou blog. 

Em seu post, portanto, você não pode deixar de linkar outros artigos do seu blog ou landing pages. Isso contribui para aumentar o tráfego e para engajar o seu público. Além disso, trata-se de uma estratégia de otimização de SEO muito utilizada para melhorar o rankeamento de uma página. 

Meta description

A meta description é aquele textinho que fica abaixo do título e do link nos resultados de busca do Google. 

Parece besteira, mas ela pode ser determinante para que alguém clique na sua página. Afinal, dentre os milhares de resultados que aparecem para buscas no Google, ter uma chamada atrativa para o seu texto fará toda a diferença para que o usuário se motive a acessá-lo.

Por isso, seja objetivo e persuasivo. Resuma o valor da sua publicação em poucas palavras, utilize a palavra-chave em questão e mostre-se interessante. 

Palavra-chave 

Utilizar bem a palavra-chave na sua publicação também é um fator de rankeamento. No título, no texto, na URL e na meta description — todos devem conter a sua palavra-chave. 

Mas tome cuidado! 

No texto, não exagere forçando a palavra-chave demais. O recomendado é não utilizar a palavra-chave mais de dez vezes no mesmo artigo. 

 

Pronto! Agora você não precisa mais ficar meia hora olhando para uma página em branco sem saber como começar a escrever seu post de blog. 

Lembre-se de definir a pauta de acordo com as demandas do seu público, criar um título impactante, ganhar a atenção na abertura, desenvolver o texto com bons argumentos e fechar com emoções positivas e CTA’s! 

E aí, ainda tem alguma dúvida sobre como escrever um post de blog? Sinta-se à vontade para deixar seus comentários e compartilhar suas perguntas. Até a próxima!

Leia também:

PRODUÇÃO DE CONTEÚDO: 8 PRÁTICAS QUE FAZEM A DIFERENÇA

BLOG EMPRESARIAL: POR QUE EU PRECISO DE UM?

COMO CRIAR UM BLOG PARA EMPRESAS

 

Comentários