Site médico: como deve ser para atrair pacientes todos os dias?

Por: Raphael Caitano

Doctor computer hospital banner laptop technology healthcare

Se você – dono ou gestor de clínica, laboratório ou hospital – está criando ou tentando melhorar seu site, é importante saber quais fatores realmente fazem diferença e precisam receber mais atenção.

Por mais que cada empresa tenha suas características individuais, existem aspectos comuns a todo bom site, que agradam tanto os usuários que os visitam quanto o Google, que os promovem e mostram a mais pessoas, aumentando exponencialmente seu potencial de atração e conversão de pacientes, além de exposição da marca.

Se você quer saber como um site médico deve ser para atrair pacientes todos os dias, continue a leitura!

Ah, caso você prefira consumir este conteúdo em vídeo, basta clicar aqui.

Por que ter um (bom) site é fundamental para sua clínica

Pesquisa das consultorias médicas Weber Shandwick e KRC Research mostraram que, em 2018, 73% dos americanos adultos pesquisaram sobre questões de saúde na internet. Cinco anos antes, esse percentual era de 59%.

Outro estudo mostrou que, das pessoas que pesquisam sobre saúde na internet, quase metade acabou agendando uma consulta médica.

Finalmente, verificou-se que cerca de 30% dos pacientes agendam atendimentos a partir do site da clínica, laboratório ou hospital.

Então, se você ainda tinha alguma dúvida sobre a importância de um site para os resultados do seu negócio na área médica, os dados estão aí para provar.

Em nossa experiência de quase 10 anos no marketing médico, temos exemplos de clínicas incríveis, que tiveram todo o capricho com sua estrutura física, mas que não tiveram o mesmo cuidado com sua “casa virtual”.

Daí isso gera principalmente dois problemas: a clínica perde pacientes para concorrentes com serviços piores, mas sites melhores, ou mesmo os pacientes que chegam até o site, desistem do agendamento devido à demora para carregar, por informações confusas,  desorganizadas, ou que não estão otimizadas para dispositivos móveis.

A boa notícia é que, no próximo parágrafo, vamos listar todos os aspectos que precisam ser tratados no seu site médico para que ele gere os resultados que você espera.

>> Veja também: Como aparecer no Google? Guia prático

>> Veja também: 20 termos de marketing digital para entender tudo de Inbound Marketing!

Como um site médico deve ser para atrair pacientes?

Confira nos tópicos abaixo, um checklist com os pontos mais importantes para que seu site não atrapalhe os resultados da sua clínica; pelo contrário, seja um gerador de atendimentos.

1. Design

Quando o espaço de sua clínica, laboratório ou hospital foi construído, profissionais de arquitetura e engenharia trabalharam no projeto, para garantir funcionalidade e até beleza estética ao projeto. Com um site médico não é diferente.

Um dos profissionais envolvidos na construção de um bom site vai cuidar da interface e buscar a melhor experiência para os visitantes (user experience). Já outro cuidará da arquitetura do site; a parte de códigos. E, finalmente, um terceiro profissional tratará dos aspectos de SEO, ou seja, vai otimizá-lo para ser encontrado e promovido pelo Google.

Assim, negligenciar esses cuidados seria como abrir mão de profissionais de arquitetura e engenharia ao construir seu espaço de atendimento; um grande risco.

Com relação ao design, seu site precisa atender a dois critérios básicos: 

  • Ser adequado à sua identidade visual – seu site precisa ser uma representação das cores, símbolos, tipografia e detalhes característicos da sua marca. Tudo isso é importante para gerar identificação com seu paciente, tornando sua clínica mais familiar, inconfundível e mais fácil de ser lembrada pelas pessoas.
  • Ser responsivo – seu site deve ser capaz de se adaptar a todo tipo de dispositivo pelo qual seu paciente tente acessá-lo, seja um celular (de diferentes marcas e modelos), um tablet ou um computador. Problemas de responsividade fazem com que o usuário não consiga entender corretamente as informações, havendo sobreposição de botões, blocos de texto desorganizados, imagens cortando, entre outros problemas. 

Um site não responsivo faz com que os visitantes desistam de seguir e fazer o agendamento, além de fazer com que Google o considere uma má opção e prefira promover um concorrente seu, além de encarecer os custos de seus anúncios.

2. Conteúdo

Este aspecto é o mais importante e, ao mesmo tempo, o mais negligenciado pelos sites médicos. 

Antes de falarmos especificamente do conteúdo, é crucial falarmos de como esse conteúdo deve estar organizado, ou seja do menu do seu site, que precisa ser fácil de entender e dar ao usuário uma clara noção da estrutura do seu site; onde encontrar cada tipo de informação que ele possa precisar. 

Além disso, é importante que esse menu esteja presente tanto no topo quanto no rodapé do seu site para que, onde quer que o usuário esteja navegando, seja fácil de se orientar.

Já quanto ao conteúdo, especificamente, é fundamental que seu site médico mostre o que sua clínica faz: especialidades, exames, procedimentos, corpo clínico.

>>> Veja também: Recepção de Clínicas: Como Treinar Seu Time

Uma página específica para informações importantes

Não economize ao dispor as informações no seu site. Não limite os exames que sua clínica oferece, por exemplo, a um pequeno resumo em uma página apenas. Se sua clínica oferece 50 tipos de exames, crie uma página para cada um deles. Acredite, esse tipo de cuidado e profundidade de informações faz TODA diferença para sanar as dúvidas das pessoas e para a avaliação do Google sobre seu site.

E o mesmo vale para cada especialidade, procedimentos, profissionais do corpo clínico… e, caso um profissional saia, mude essa informação no site. Saber quem são os médicos que atendem na clínica e ter informações sobre eles faz diferença para os pacientes.

Tenha um Blog

Ter um Blog no seu site permite que sua clínica, laboratório ou hospital possa abordar, com profundidade, cada assunto relacionado às especialidades oferecidas.

Isso gera benefícios como:

  • autoridade no digital: sua clínica vai, com o tempo, se tornando referência naqueles temas, aparecendo como opção de informação confiável, sempre que alguém pesquisar por isso no Google.
  • fonte de tráfego para o site: ao clicar em um resultado do Google, o usuário é levado para dentro de seu site (onde está hospedado seu Blog). Isso o coloca em contato com as informações mais importantes sobre sua clínica, inclusive telefones de contato, um botão para seu WhatsApp ou uma página de agendamento, sobre o que falaremos a seguir.

Página de agendamento

É fundamental que seu site ofereça uma página de agendamentos (de consultas, exames e procedimentos). E aqui não basta simplesmente colocar aquele formulário “cru”, sem qualquer apelo à ação do usuário. Não estamos dizendo para ser apelativo, mas que essa página seja trabalhada – no copy e no design – para que os usuários percebam o valor daquilo e não fiquem considerando o preço como único aspecto de avaliação.

Lembre-se que nesta página é onde sua venda acontece. É para onde todos os esforços feitos no seu site se direcionam. Não falhe aqui!

Unidades de atendimento

Sua clínica, laboratório ou hospital possuem diferentes unidades? Então seu site precisa ter uma página específica para falar de cada uma. Em cada página traga as informações específicas daquela unidade, como imagens, especialidades, exames e procedimentos realizados ali, os telefones de contato, os horários de funcionamento, entre outras informações pertinentes.

Ah, detalhe importante: essas informações precisam se cruzar com as informações que estão no Google Perfil da Empresa (antigo Google Meu Negócio).

Materiais gratuitos

Este aspecto não é indispensável para seu site, mas se você quer jogar um jogo de alto nível no marketing médico, é o tipo de detalhe que pode fazer toda diferença.

Oferecer materiais gratuitos faz parte das estratégias de inbound marketing, a fim de atrair pacientes com a oferta de conteúdo ricos e úteis, que pedem que os pacientes deixem seus dados de contato para que possam baixá-los.

Com esses contatos podemos criar relacionamento e fazer ofertas para essas pessoas.

3. Arquitetura do site

Por se tratar de um aspecto mais complexo, não iremos aqui te explicar tecnicamente como funciona, mas te dar uma noção do que estamos falando e da importância que isso tem.

Trata-se da arquitetura do código do seu site!

Dentre todos os pontos impactados por essa questão, a principal e mais perceptível é a velocidade com que seu site carrega.

Para você ter uma ideia, uma boa velocidade de carregamento para um site é de até 2,5 segundos. E isso tem a ver não só com a questão da arquitetura de códigos do seu site, mas também com a hospedagem do seu domínio, ou seja, servidores web contratados para hospedar os códigos e imagens do seu site.

Não iremos aqui falar sobre marcas específicas de hospedagem, mas só lembrar que contratar a opção mais barata pode fazer com que todo o esforço feito na construção do seu site fique comprometido. Portanto, muita atenção quanto a isso.

Saiba mais – Site para clínicas: como fazer? Por onde começar?

>>> Veja também: Pirâmide de Chet Holmes: Como Aplicar no Seu Marketing

4. Redes sociais

Em outros conteúdos aqui do nosso Blog já falamos sobre toda a importância que as redes sociais têm hoje para o marketing médico.

Por isso, é fundamental integrar suas redes sociais ao seu site médico. Como fazer isso? Colocando links e ícones para suas redes sociais em locais estratégicos, como no topo ou no rodapé, por exemplo.

Os pacientes, hoje, querem saber quem são as pessoas que irão atendê-los, possíveis comentários de outros pacientes, imagens da clínica, entre outras informações.

Sua clínica ainda não tem redes sociais? Então saiba que, para ter uma estratégia robusta de marketing médico – e conseguir resultados realmente significativos – é fundamental que sua clínica, laboratório ou hospital esteja presente em diferentes mídias. 

Não precisa estar em todas, mas é indispensável mapear aquelas onde seu público-alvo está. As redes sociais são como uma vitrine da sua clínica!

5. Segurança e privacidade

Como você já deve saber, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) já está em vigor no Brasil e é crucial se preocupar com isso e ter uma política clara de privacidade. 

Também é preciso que seu site médico tenha ativação de cookies, que são plugins que dão aos usuários a opção de aceitar ou não que suas informações sejam coletadas e os informem disso.

São diversos cuidados que seu site precisa ter para se resguardar de possíveis problemas quanto ao uso das informações pessoais dos seus usuários.

Nossa dica é que você procure um profissional que possa te orientar sobre isso. 

6. Monitoramento

Não basta criar um bom site médico. É importante acompanhar a performance dos vários aspectos que o envolvem para identificar a necessidade de possíveis otimizações ou ajustes.

Existem diversas ferramentas disponíveis para monitorar o desempenho do seu site e, para simplificar, traremos duas delas, como sendo boas opções para isso:

  • A primeira é o Google Analytics. Essa ferramenta gratuita do Google vai te permitir monitorar todo o comportamento dos usuários em seu site, como quantas visitas, quantas (e quais) páginas foram acessadas, velocidade de carregamento, entre diversas outras informações importantes.
  • A segunda é o Google Search Console. Com ela, é possível saber, por exemplo, o que os usuários estão pesquisando no Google e está levando-os para seu site. E isso pode fazer toda diferença para que você saiba quais conteúdos são mais importantes (e precisam receber mais atenção) ou quais estão faltando e precisam ser produzidos.

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender melhor como seu site médico deve ser para atrair pacientes todos os dias. Caso tenham ficado dúvidas, você pode sempre entrar em contato conosco por meio de nossas redes sociais ou do nosso link de contato lá no final.

————————-

Somos a Agência Eixo Digital, especialistas em gerar oportunidades para empresas da saúde há quase 10 anos. Caso você queira conversar e saber como podemos ajudar seu negócio, acesse nosso site para saber mais ou clique no link abaixo para receber um contato de nossos especialistas.

Quero saber mais!

Posts Recentes

Vídeos